Pesquisa indica que apps de jogos, publicações, redes sociais e ecommerce representarão 80% dos downloads em 2016

Logo da ABI Research

Se depender de uma pesquisa da ABI Research, apps continuarão em alta pelos próximos anos, já que cada usuário de iPad e de tablet equipada com Android baixará mais de 31 aplicativos até 2016. Daqui a quatro anos, do montante total de 13,7 bilhões de apps, 11 bilhões de downloads serão relacionados às categorias de games, publicação digital (revistas, jornais, etc.), redes sociais e comércio online.

Ícones de apps - App Store

Para o analista sênior Mark Beccue, smartphones e tablets terão usos bem parecidos e diferentes ao mesmo tempo. Jornais, revistas, livros e outros tipos de publicações fazem muito mais sentido em tablets, e farão um sucesso nunca antes visto nas telas pequenas. Beccue acredita também que os consumidores optarão por tablets mais versáteis, deixando ereaders (como por exemplo a linha Kindle) de lado. Já no mercado de ecommerce apps também ganharão destaque, muito pela interatividade do touchscreen e de outras capacidades como a utilização da câmera e do microfone.

Um dos pontos fortes das tablets é a capacidade de atingir grupos os quais até então não tinham tanto contato com computadores, como os mais velhos (acima de 60 anos) e os mais novos (de 1 a 9 anos). Para Beccue, a interface touch de uma tablet é muito intuitiva, sem contar com os apps especialmente desenvolvidos para crianças, coisa que não existia no mercado de PCs — pelo menos não tão explícito do jeito que vemos nas tablets. Um bom exemplo disso é que, hoje, os DVDs instalados em carros (para crianças) estão sendo substituídos por iPads, que além de oferecerem a possibilidade de a criança ver um filme, também abrem muitas outras opções de entretenimento.

[via MacNews]

Posts relacionados

Comentários