Kaspersky: Apple está dez anos atrás da Microsoft quando o assunto é segurança

Eugene Kaspersky

Depois dos recentes problemas envolvendo o malware Flashback, o qual se disseminou no mundo Mac principalmente através de uma vulnerabilidade do Java, muitos estão questionando quão segura é a plataforma desktop da Apple. Um deles é Eugene Kaspersky — sim, cofundador e CEO da firma de segurança Kaspersky Lab.

Eugene Kaspersky

Falando em uma conferência de segurança, o executivo disse:

Eu acho que eles [a Apple] estão dez anos atrás da Microsoft em termos de segurança. Por muitos anos eu venho dizendo que, no ponto de vista de segurança, não existe muita diferença entre Mac e Windows. Sempre foi possível desenvolver malwares para Mac, mas esse foi um pouco diferente. Por exemplo, ele foi fazendo perguntas sobre ser instalado no sistema e, utilizando vulnerabilidades, foi capaz de chegar ao modo usuário sem qualquer alarme.

Criminosos cibernéticos reconheceram que o Mac agora é uma area interessante. Hoje nós temos mais [malwares], não apenas Flashback ou Flashfake. Bem-vindo ao mundo da Microsoft, Mac. Ele é cheio de malwares.

Kaspersky disse ainda que a Apple precisa mudar a forma como pretende proteger seus usuários, melhorando o ciclo de atualizações e investindo cada vez mais em auditorias de segurança para softwares.

Sinceramente, o Mac pode até não ser aquela fortaleza a qual acreditávamos ser — afinal, independetemente de ser culpa do sistema ou não, os malwares estão aí, prejudicando usuários. Mas a declaração de Kaspersky, ao meu ver, está longe de refletir a realidade. Embora não seja infalível, o OS X ainda é o sistema operacional desktop comercial mais seguro que conhecemos — e vai melhorar ainda mais com a chegada do OS X Mountain Lion.

Pelo visto Kaspersky é mais um querendo ver o circo pegar fogo, afinal, ele é quem apaga o incêndio. E ganha (muito) por isso.

[via Forbes]

Posts relacionados

Comentários