Pesquisa mostra a importância das parceiras da Apple quando o assunto é venda de iProducts

Gráfico da CIRP - Venda de iPads

Recentemente, uma pesquisa da Consumer Intelligence Research Partners mostrou que as lojas da Best Buy são muito importantes para a Apple quando o assunto é iPhone. Agora, um novo estudo foi feito focado no iPad, e os números também demonstram a importâncias das parceiras da Maçã.

Gráfico da CIRP - Venda de iPads

Segundo a CIRP, as lojas da Apple correspondem a 26% das vendas do gadgets, seguida por Best Buy (24%), Walmart (11%), Amazon.com (8%), outras lojas online (7%), Target e Warehouse/Mass (5% cada) e, surpreendentemente (ou não), AT&T e Verizon (1% cada). Os dados são referentes ao mês de fevereiro, indagando consumidores que compraram iPads até 90 dias antes da pesquisa.

Passando de iPads para Macs, Tim Cook comentou na última conferência de resultados financeiros da Apple que cerca de 50% dos Macs vendidos nas Retail Stores da Maçã foram para novos clientes, ou seja, para pessoas que nunca tiveram um Macintosh anteriormente. Segundo a CIRP, esse número é ainda melhor nas parceiras da Apple, já que um estudo indicou que 75% dos Macs vendidos em outras lojas foram para consumidores que tinham PCs.

Faz sentido, afinal, quem vai a uma Apple Retail Store está decidido a comprar um produto Apple, e é mais provável que já tenha tido algum tipo de contato com a iProducts. Já em lojas parceiras (como Walmart e Best Buy), o consumidor pode ir procurando comprar um Sony Vaio e acabar adquirindo um MacBook Air.

[via SAI, Fortune Tech]

Posts relacionados

Comentários