Empregados da Foxconn de Jundiaí rejeitam proposta de greve

Bandeira do Brasil

Bandeira do BrasilOs empregados da Foxconn no Brasil ameaçaram entrar em greve. Logo depois, a empresa disse que isso era bastante improvável de acontecer.

De fato, segundo informa a Folha.com, os trabalhadores rejeitaram a proposta de greve pelas más condições de trabalho — a reclamação envolvia superlotação no transporte o qual leva os empregados para a fábrica, falta de água e alimentação inadequada. Hoje, em assembleia, eles disseram que a empresa tem demonstrado boa vontade em melhorar essas condições, mas que continuarão negociando outras reivindicações, como por exemplo participação nos lucros.

O sindicato dos trabalhadores disse que a Foxconn poderá fazer um rodízio no horário de almoço, evitando assim as longas filas — uma expansão do restaurante também está em pauta. Além disso, a montadora quer aumentar as linhas de transporte para atender a todos — uma área de descanso, para os intervalos, também está sendo negociada por eles.

[dica do Lucas Andrade]

Posts relacionados

Comentários