Mais rumores sobre o que poderá aparecer no iOS 6 e uma reflexão sobre o iTunes

iOS 6

Ontem falamos de uma possível reformulação do aplicativo Mapas, do iOS: a Apple poderá abandonar o Google e apresentar uma solução própria, já a partir da sexta versão de seu sistema operacional móvel. Agora, MG Siegler, do TechCrunch, trouxe mais informações (rumores) a respeito do próximo iOS, o qual devemos conhecer (ou pelo menos espiar) na Worldwide Developer Conference (WWDC) 2012, que acontecerá entre os dias 11 e 15 de junho.

iOS 6

O codinome da sexta versão do iOS é “Sundance” [veja mais sobre os nomes aqui]. Apesar de John Paczkowski, do AllThingsD, ter comentado que o recurso vai “explodir o cérebro” de muitos, Siegler diz que a coisa não é bem assim. O recurso 3D em si será bacana, mas não vai ser uma função utilizada a todo momento pelo usuário — pense em algo como o Street View, do Google: é muito legal, está lá, mas você não utiliza todos os dias.

Outra possibilidade é a chegada da Siri (o recurso completo, e não apenas o Siri Dictation) ao iPad. Para Siegler, a assistente virtual ainda não chegou à tablet por questões envolvendo interface do usuário — a Apple ainda estaria decidindo como a Siri vai aparecer/se comportar em uma tela de 9,7 polegadas. Outra novidade poderá ser, enfim, o uso de uma API da Siri por parte dos desenvolvedores, abrindo centenas milhares de possibilidades.

O iCloud, como vimos, não ficará de fora, e será um dos pilares do iOS 6 — assim como uma maior integração com o OS X Mountain Lion. Já sobre o iTunes 11, Siegler não teve qualquer tipo de informação, mas acredita que a Apple está reescrevendo o software do zero, a fim de organizar a bagunça que ele se tornou. Quem sabe, poderemos ver algo sobre isso na WWDC.

iTunes

E, já que estamos falando de iTunes, vou aproveitar a oportunidade para dar meus dois pitacos sobre o jukebox da Apple. Ao meu ver, o iTunes deveria voltar as origens: ser um tocador/gerenciador de mídias (músicas, filmes, etc.). Quando a Apple decidiu entulhar ele com as diversas lojas (iTunes Store, App Store e iBookstore), sua rede social de música (Ping), e outras coisas mais, degringolou. Por isso, eu gostaria muito de ver a Apple tirando isso tudo do iTunes, disponibilizando tudo na web.

Explico: que tal entrarmos em um site (appstore.com) e vermos uma App Store completa — não estou me referindo ao iTunes Preview, e sim a uma loja na web, como acontece com o Google Play. O usuário passeia pela loja e, quando comprar um app, ele é automaticamente baixado para seus iGadgets e para o computador. O mesmo aconteceria com músicas, filmes, livros, podcasts, etc. O legal disso é que você nem precisa estar no seu computador, no seu iTunes, para fazer uma compra. Basta se logar em um computador qualquer, navegar pela loja e mandar ver nas compras. Nos iGadgets, tudo continuaria normal, afinal, existem apps dedicado às lojas.

A rede social musical da Apple está longe de decolar e, pra mim, um dos pontos fracos dela é exatamente estar localizada dentro do iTunes. Claro que a rede pode ter uma integração com a sua biblioteca, mas o serviço, assim como todas as redes sociais que conhecemos, deveria ter um site dedicado no qual as pessoas possam entrar, curtir músicas, enviar mensagens para outros usuários, etc. Limitar o Ping ao iTunes é limitar o alcance da rede.

Já para sincronizar todo esse conteúdo (músicas, filmes, livros, podcasts, etc.) com iGadgets, eu particularmente gostaria de um app específico para isso. Não sei se é a melhor solução, mas não acho legal controlar quais contatos, contas de email, fotos e outras informações serão sincronizadas pela interface do iTunes — é muito para um aplicativo só! Com a chegada do OS X Mountain Lion, teremos um app dedicado para Notas, outro para Lembretes e por aí vai. Por isso, acho que a Apple poderia ressuscitar o iSync, tornando-o o pilar de sincronização entre os diversos apps de conteúdo (iTunes, Mail, Notas, Lembretes, Contatos, Calendário, etc.) e iGadgets. Tirando essa gordura do iTunes, ele voltaria a ser o jukebox que um dia tanto amamos. 🙂

Posts relacionados

Comentários