Apple defende a Siri em ação coletiva mirando a performance da assistente virtual

Ícone da Siri (beta)

Recentemente a Siri, assistente virtual do iPhone 4S, virou motivo de processo contra a Apple. Foi assim no Reino Unido e, obviamente, nos Estados Unidos (Oakland), onde uma ação coletiva diz que os comerciais do iPhone 4S e as declarações da empresa sobre o telefone são falsos e enganosos — ou seja, na TV tudo funciona, mas na vida real…

Publicidade

Um dos reclamantes tentou replicar o comercial “Rock God”, da Apple [acima] sem sucesso. Outro tentou pegar direções para uma determinada loja, mas disse que a Siri não conseguia entender o que ele falava — quando entendia, respondia errado.

Publicidade

Só que, de acordo com o WSJ, a Apple resolveu se defender, alegando que: 1. a Siri não é perfeita, afinal, está em estágio beta — apesar disso, ela está na vanguarda; 2. os reclamantes não explicam por que os comerciais são enganosos, ou como suas experiências pessoais foram afetadas por eles; e 3. se a Siri é mesmo esse desapontamento, todos os clientes poderiam ter devolvido o aparelho em até 30 dias, valendo-se da política de retorno da empresa — aparentemente, ninguém fez isso.

Enquanto isso, a Siri continua sendo promovida nos Estados Unidos — agora na companhia de ninguém menos que Zooey Deschanel e Samuel L. Jackson.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…