Samsung pede e ganha tempo para responder acusações da Apple; reunião entre CEOs das empresas começa hoje

JK Shin no evento de lançamento do Galaxy S III

Recentemente a Samsung foi acusada de destruir documentos importantes os quais ela foi obrigada a entregar como parte de um processo de descoberta.

Publicidade

A Samsung, como era de se imaginar, negou as alegações da Apple e entrou com uma petição em busca de mais tempo para responder as acusações da Maçã — pedido este deferido pelo tribunal. Com isso, a sul-coreana terá o tempo necessário para pensar na resposta, já que a audiência passou de 7 de junho para 10 de julho, segundo informou o Network World.

Conforme noticiamos, hoje os CEOs da Apple (Tim Cook) e da Samsung (Geesung Choi) se encontrarão em San Francisco, a fim de tentar por um fim nas disputas judiciais envolvendo as empresas. A reunião será supervisionada pelo juiz Joseph C. Spero, e será uma ótima chance para as frenemies colocarem as diferenças de lado e entrarem em um acordo.

JK Shin no evento de lançamento do Galaxy S III

Publicidade

JK Shin no evento de lançamento do Galaxy S III.

“Ainda existe uma grande lacuna na guerra de patentes com a Apple, mas temos opções de negociação, incluindo licenciamento cruzado”, disse JK Shin, chefe da divisão mobile da Samsung, a repórteres antes de deixar Seul em direção ao Estados Unidos, conforme informou a Reuters. Contudo, os últimos acontecimentos [1, 2] dão a entender que dificilmente alguma coisa boa sairá dessa conversa.

[via MacNews, Engadget]

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…