Histórias de bastidores: conheça Mickey Drexler, atual CEO da J. Crew é um dos “pais” das Apple Retail Stores

Mickey Drexler

Quando pensamos em Apple Retail Stores, dois nomes vêm à cabeça: Steve Jobs, falecido cofundador e ex-CEO da Apple, e Ron Johnson, ex-vice-presidente de varejo da Maçã e atual CEO da J.C. Penney. O que muitos podem não saber é que Mickey Drexler, CEO da J. Crew e membro do conselho da Apple, também pode ser considerado um dos “pais” das Retail Stores, conforme informou a CNBC.

Mickey Drexler

Drexler foi CEO da Gap entre 1983 e 2002, transformando a empresa em uma máquina de vendas, passando o faturamento anual da companhia de US$400 milhões para US$14 bilhões — exatamente por isso, ele ficou conhecido como o “Rei do Varejo”. Como Jobs não era bobo nem nada — e queria controlar todas as fases dos produtos, desde a produção até a venda —, em 1999 chamou Drexler para fazer parte da diretoria da Maçã, visando então construir as famosas e hoje super rentáveis lojas da Apple.

Podemos ver a influência de Drexler em todos os aspectos das Apple Stores: espaços abertos, arejados, materiais de construção simples (madeira e aço), bem como eram as lojas da Gap. Porém, a maior contribuição sem dúvida foi sua insistência que a Apple precisava acertar na primeira tentativa.

A relação entre Jobs e Drexler era muito boa, e o ex-CEO da Maçã chegou a ser membro da diretoria da Gap. Contudo, em 2002, quando a empresa já não era mais a mesma, Drexler foi demitido, o que provavelmente os aproximou ainda mais, já que Jobs sabia muito bem o que era aquilo.

Ele foi tão compreensivo comigo quando eu fui demitido, porque ele fazia parte do conselho Gap. E … ele disse: “Isso aconteceu comigo. Eu me sinto mal por você.”

Ron Johnson, por exemplo, teve que “passar pela aprovação” de Drexler antes de começar a desenvolver suas ideias para as lojas da Maçã. E uma das dicas valiosas de Drexler para Johnson foi a ideia de construir um mockup da loja. “Você tem que fazer uma maquete, porque você tem que sentir a loja. Você sabe, não é como um produto que você projeta; você tem que sentir o espaço. É o melhor investimento que você pode fazer.”

E assim nasceram as lojas que hoje servem de inspiração para diversas empresas, independentemente do segmento de atuação. 😉

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários