John Gruber bola ideia de como desenvolvedores poderão preparar antecipadamente seus apps para um iPhone de 4″ com tela mais alta

iOS 5 em iGadgets - Notification Center

Complementando um post de ontem sobre por que um iPhone com tela mais alta (de 4 polegadas, a 640×1136 pixels) faz sentido, John Gruber elaborou hoje no seu blog, o Daring Fireball, uma ideia de como a Apple poderá ajudar desenvolvedores a prepararem seus apps para o aparelho antecipadamente sem ter que confirmar de maneira oficial que ele está chegando.

Isso, é claro, considerando que o iOS 6 será apresentado daqui a algumas semanas, na WWDC 2012, e o iPhone de sexta geração muito provavelmente só será lançado lá para setembro/outubro — quando o sistema já estiver prontinho e redondo para o grande público.

iOS 5 em iGadgets - Notification Center

A ideia? Alterar a forma como banners de notificação aparecem no topo do aparelho.

Desde que o iOS 5 foi lançado, como vocês sabem, esses banners “dobram-se” no topo da tela e cobrem tais pixels por poucos segundos. Você pode dar uma “puxadinha” no banner ou até deslizar o dedo da direita para a esquerda, descartando a notificação imediatamente, mas ainda assim ela terá ocupado aqueles pixels por um certo tempo.

Gruber acha que isso irá mudar, com o iOS 6. No novo sistema, as notificações poderão funcionar como no “falecido” Palm webOS, que de fato “empurrava” e “encolhia” parte da interface, sem cobrir nenhum pixel. Para que isso seja possível, apps precisam necessariamente ter uma área de conteúdo flexível.

O curioso, meus caros, é algo que já até comentamos por aqui: *muitos* apps já possuem essa área flexível, porque mesmo em sua versão atual o iOS já dobra a altura da sua barra superior quando estamos em uma ligação, em uma gravação de áudio ou compartilhando a rede 3G via tethering, por exemplo. Além disso, apps que funcionam tanto na vertical quanto na horizontal também obrigatoriamente já fazem essa adaptação automática. No caso das notificações, isso só se tornaria ainda mais óbvio e constante.

Sendo assim, desenvolvedores já teriam meses para fazer pequenos ajustes em seus apps e, quando o novo iPhone chegasse com seus 176 pixels extras de altura, a mudança não traria mais dor de cabeça para ninguém. Que tal? 😉

Posts relacionados

Comentários