RBC Capital Markets: novos MacBooks Pro até julho, MacBooks Air em até seis meses e iPhone em setembro/outubro

Logo da RBC Capital

Logo da RBC CapitalRecentemente trouxemos as opiniões de alguns analistas sobre o futuro dos produtos e das ações da Apple. Hoje, Amit Daryanan, da RBC Capital Markets também deu o seu pitaco.

Ele é mais uma que acredita na chegada de novos MacBooks Pro até julho, e novos MacBooks Air em até seis meses. No geral, as vendas de Macs aumentarão entre 10% e 15% ano a ano, com 24,2 milhões de unidades vendidas em 2012 — sendo 5,4 milhões de desktops (Mac mini, iMac e Mac Pro) e 13,9 milhões de portáteis (MacBook Air e MacBook Pro).

Sobre um suposto televisor da Apple, o analista disse que ele faz bastante sentido, do ponto de vista estratégico. Segundo Daryanan, a “iTV” viria com a assistente virtual Siri, tela Retina, FaceTime e sincronização perfeita com outros serviços e produtos. Contudo, um produto desses fatalmente puxaria as margens de lucro da empresa para baixo, já que ela ficaria na casa dos 15% — comparativamente, o iPhone tem uma margem de até 60%. Caso ela de fato apareça, a Maçã poderia vender 10 milhões de unidades no primeiro ano (15 bilhões em faturamento).

Daryanan acha que a Apple continuará com a sua estratégia de mudança de design do iPhone de dois em dois anos, ou seja, que em 2012 a Maçã apresentará algo totalmente novo — contudo, não é isso que alguns rumores/fotos estão indicando.

Para o analista, o novo smartphone da Apple será lançado em setembro/outubro, e continuará sendo a principal fonte de renda da empresa — em 2011, o iPhone representou 43% do faturamento da firma de Cupertino. Ele classificou os papéis da Apple como “sobrepeso”, colocando um preço-alvo de US$700 para os próximos 6-12 meses.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários