Acessibilidade, um dos pontos fortes da Apple

Acessibilidade - iPhone

Macs, iPods, iPhones e iPads… todos esses produtos compartilham diversas qualidades, mas uma delas é praticamente unanimidade: a facilidade de uso. Não é à toa que os iGadgets, por exemplo, são os preferidos entre deficientes visuais, já que eles oferecem uma acessibilidade difícil de ser encontrada em outros produtos.

Acessibilidade - iPhone

Comprovando isso, Stephen van Egmond visitou o iDevice User Group, no qual deficientes visuais ensinam uns aos outros como se virar nesse mundo utilizando o iOS como ajudante. Ao chegar, van Egmond ficou estatelado quando observou uma mulher cega puxar o seu iPhone e tirar uma foto perfeita de outra pessoa, totalmente guiada pelo app.

Foi aí que ele teve a revelação: apps nativos do iOS — como Calendário, Mensagens, Mail, Fotos, Mapas e até mesmo Câmera — podem ser perfeitamente utilizados por pessoas cegas. E o melhor de tudo isso é que eles não utilizam uma API secreta ou coisa parecida; trata-se do framework UIAccessibility, o qual todos têm acesso.

A Siri chegou para facilitar ainda mais as coisas, conforme podemos ver a partir de 1’00”.

A parte chata dessa história é que muitos desenvolvedores parecem não ligar para o recurso, implementando-o de maneira errada ou até mesmo ignorando-o — van Egmond cita, por exemplo, o aplicativo de notícias do The Globe and Mail (jornal canadense), que faz a leitura dos textos completamente fora de ordem para os deficientes.

Portanto, fica aqui o aviso/pedido do MacMagazine para a grande comunidade de desenvolvedores que nos acompanha: você já se certificou para que seu app funcione perfeitamente no modo acessibilidade? Saiba que no Brasil temos diversos usuários deficientes que, assim como lá fora, preferem os iGadgets aos aparelhos da concorrência justamente por essa facilidade. Se você duvida, sugiro escutar o Nerdcast 256 — Cegos, Nerds e Loucos e dar uma olhada no vídeo abaixo, do canal Ponto De Vista, criado por Lucas Radaelli.

E se você ainda está se perguntando como a mulher conseguiu tirar a foto com a câmera do iPhone, é simples: a última geração do smartphone da Maçã — assim como o novo iPad — conta com reconhecimento facial. Assim, o gadget avisa ao usuário quando um ou mais rostos estão enquadrados e se eles estão focados. Incrível, não? 🙂

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários