Apple se entende com Proview e paga US$60 milhões pelos direitos da marca iPad na China

iPad

Menos uma disputa para a Apple se preocupar. Pelo menos é isso que a Associated Press informou, ao dizer que Apple e Proview chegaram a um acordo em relação aos direitos da marca iPad, na China.

Se você não lembra/conhece a história, aqui vai um resumo: a Apple diz ter comprado os direitos globais do nome iPad da Proview Shenzhen em 2009, mas autoridades chinesas afirmam que os direitos, na China, nunca foram transferidos. A disputa para ver quem estava certa então começou, passando por alguns tribunais (chineses, honconguês e até mesmo americano).

iPad

Recentemente, a Apple ofereceu US$16 milhões à Proview para resolver a disputa de uma vez por todas, contudo a empresa chinesa recusou. O Tribunal Superior de Guangdong disse que não iria se manifestar até que as conversas entre elas fossem esgotadas. Como dinheiro não é problema para a Apple — a companhia hoje tem mais de US$110 bilhões em caixa —, a Maçã “subiu um pouco” a oferta para US$60 milhões, o que foi suficiente para a chinesa aceitar e acabar, de uma vez por todas, com o caso.

“A disputa pelo [nome] iPad está terminada”, informou o Tribunal Superior de Guangdong através de um comunicado. “A Apple transferiu US$60 milhões para a conta do Tribunal, tal como solicitado na carta de mediação.” Já o advogado da Proview, Xie Xianghu, declarou: “Este é um resultado aceitável para ambos os lados.”

Apesar de ser um valor alto, US$60 milhões não deve ajudar muito a Proview, que está passando por maus lençóis (financeiramente) — a empresa está falida e deve mais de US$2 bilhões!

Para a Apple, mesmo com o desembolso, não deixa de ser uma boa notícia — não deve demorar muito para o iPad de terceira geração aterrissar por lá, agora.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários