Phil Schiller revela que a Apple chegou a pensar em fazer câmeras e carros

Phil Schiller no julgamento de Apple e Samsung

Phil Schiller, vice-presidente sênior de marketing mundial da Apple, testemunhou hoje no julgamento entre a Apple e Samsung que está acontecendo em San Jose (Califórnia), revelando algumas informações e curiosidades quentíssimas.

Phil Schiller no julgamento de Apple e Samsung

O executivo disse que cada nova geração do iPhone vende aproximadamente a soma de todas as vendas das passadas. Segundo ele, a plataforma fechada e a penetração do iPhone em Hollywood são fundamentais para o seu sucesso, assim como o investimento em marketing — que somam US$647 milhões até hoje. O investimento em campanhas de marketing para os iPads já chegou a US$457 milhões.

Após o iPod, Schiller disse que a Apple estava pensando em outra categoria de produto para inovar. Câmeras e carros(!) passaram pelas cabeças dos gênios da Maçã, antes de pensarem e se focarem no iPhone. E, junto ao smartphone, a empresa também estava trabalhando no iPad, mas decidiu investir primeiro mais tempo no celular, que foi lançado em 2007.

Contrariando o mantra de Steve Jobs, reafirmado dia após dia por empregados da Apple, Phil também revelou que, além de fazer pesquisas de mercado próprias, a Apple compra relatórios de terceiros sobre tendências de mercado e outras informações. Mas essas informações só são acessadas por alguns executivos, não influenciando designers e engenheiros.

Quando indagado sobre qual foi a sua primeira reação quando viu o Galaxy S, da Samsung, Schiller respondeu:

Eu estava bem chocado com a aparência do Galaxy S e com o quanto ele parecia copiar os produtos da Apple e com os problemas que ele criaria para nós. Os consumidores podem ficar confusos, sem saber de quem é cada produto.

Os advogados da Samsung tentaram arrancar uma palhinha do próximo iPhone, perguntando para Schiller se ele receberá um redesign. A Apple, é claro, protestou, mas a juíza anulou a oposição. Schiller disse que ele não daria informações confidenciais nesta ocasião.

Mais tarde, ainda hoje, traremos detalhes sobre o depoimento de Scott Forstall — vice-presidente sênior de software iOS na Apple.

[via The Verge, AllThingsD]

Posts relacionados

Comentários