TIM joga responsabilidade da ausência do Acesso Pessoal em iPads para a Apple

Novo iPad com conectividade (4G), de lado

Em meados de maio(!), no lançamento do iPad de terceira geração no Brasil, três operadoras nacionais correram para liberar atualizações que habilitaram o recurso de Acesso Pessoal (Personal Hotspot) para seus clientes: Vivo, Claro e Oi.

Curiosamente, a TIM — que foi a primeira a comercializar a nova tablet no nosso país — não acompanhou suas concorrentes. Pior: meses depois, até hoje os clientes da operadora não dispõem do benefício.

Novo iPad com conectividade (4G), de lado

Para quem não sabe, o Acesso Pessoal — que já existia há tempos em iPhones — permite que usuários compartilhem a conexão 3G/4G do aparelho com outros dispositivos, via Wi-Fi, Bluetooth ou USB. É por causa dele que muitos consumidores optam por iPads restritos a Wi-Fi, já que podem usar a conexão do iPhone para navegar pela internet.

O MacMagazine entrou em contato com a assessoria da TIM para saber o porquê de toda essa demora. Eis o comunicado oficial deles:

A TIM solicitou o funcionamento do Acesso Pessoal no iPad para a Apple e está aguardando um posicionamento da empresa quanto à liberação. Acreditamos que a ferramenta estará disponível na próxima atualização de software do fabricante.

Pelo que a TIM deu a entender, o Acesso Pessoal será liberado para seus clientes provavelmente no iOS 6 — previsto para ser disponibilizado para todos os usuários dentro de 1-2 meses. Só não dá para entender, mesmo, o porquê de ela necessitar desse update, enquanto as outras três telecoms nacionais já oferecem isso para seus usuários há meses.

Bom, é melhor do que nada. Agora é ver se isso será cumprido, de fato.

Posts relacionados