Apple afirma que não demitiu empregados de Retail Stores

Apple Store, Nanjing East

Em nosso último artigo comentando a expansão das Apple Retail Stores, falamos sobre uma onda de demissões que teria atingido as lojas da Maçã em todo o mundo. Hoje, a empresa esclareceu o assunto.

Apple Store, Nanjing East

Segundo John Browett, vice-presidente sênior de varejo da Apple, a empresa vinha tentando uma nova fórmula organizacional para suas lojas de varejo, o que acarretou em cortes de cargo-horária e até mesmo em falta de pessoal em alguns estabelecimentos. Depois de algumas semanas assim, a companhia decidiu reverter a fórmula, voltando a como era antes.

Browett pediu para que os gerentes das lojas passassem a seguinte mensagem para o staff: “Nós bagunçamos tudo!” Kristin Huguet, porta-voz da Apple, disse: “Fazer essa mudança foi um erro e as alterações estão sendo revertidas.” Ainda de acordo com pessoas por dentro do assunto, apenas turnos foram mexidos, ou seja, ninguém teria sido demitido — na verdade, a Apple estaria contratando ainda mais gente.

Genius Bar

Pelo visto Browett, que assumiu em abril, tentou mostrar serviço inventando uma nova fórmula e se deu mal. Vale lembrar que esta foi a segunda vez, num curto espaço de tempo, que a Apple reconheceu ter tomado uma decisão errada — recentemente ela removeu a classificação EPEAT de seus Macs, o que foi considerado um erro e rapidamente corrigido pela companhia.

Porém, segundo contatos do MacRumors, vários empregados teriam, sim, sido demitidos nas últimas semanas.

Isso não é tão difícil de se descobrir. Se um grupo grande foi de fato dispensado, daqui a pouco alguém vai abrir a boca e todos nós ficaremos sabendo. Caso contrário, foi apenas mais um erro da Apple — o que é provável, levando em conta que, de agora em diante, até o fim do ano, são os melhores meses de vendas da empresa.

Posts relacionados

Comentários