Ações da Apple sobem, batem novo recorde e valor de mercado da empresa supera o pico histórico que a Microsoft detinha desde 1999

Dinheiro com o logo da Apple em cima

Depois de duas altas históricas consecutivas na semana passada [1, 2], as ações da Apple mais uma vez fecharam o dia com um belo salto positivo.

Publicidade

Dinheiro com o logo da Apple em cima

A NASDAQ:AAPL subiu hoje 2,63%, fechando num recorde histórico de US$665,15 — o qual coincidiu com a máxima do dia, durante o pregão.

Mas essa alta de hoje registrou outro marco para a Apple: valendo agora US$623,52 bilhões, a empresa superou o recorde histórico de US$618,89 bilhões que a Microsoft detinha desde dezembro de 1999, quando atingiu seu pico em market cap. Em outras palavras, nenhuma empresa de capital aberto valeu tanto quanto a Apple vale hoje — e ela só tende a continuar crescendo.

Publicidade

[blackbirdpie id=”237591396847063040″]

É importante notar, todavia, que o valor de mercado da Microsoft na época seria equivalente hoje a muito mais do que isso. Considerando a inflação de mais de uma década, a Apple ainda tem que chegar pelo menos a uns US$840-850 bilhões para atingir uma avaliação realmente equiparável em termos monetários. Atualmente, o market cap da gigante de Redmond está em “apenas” US$257,71 bilhões — ou seja, nesses ~13 anos ela perdeu quase três quartos do seu valor.

Ainda assim, a conquista de hoje é simplesmente incrível. A gigante petrolífera Exxon Mobil, que está em segundo lugar, vale agora US$217,55 bilhões a menos que a Maçã. A Dell, cujo presidente Michael uma vez sugeriu que a Apple fechasse as portas e devolvesse todo o dinheiro para seus acionistas, possui atualmente um market cap de ínfimos US$21,97 bilhões.

Publicidade

Quanto tempo até a AAPL atingir os US$700?

Posts relacionados