Analista prevê “tsunami” de vendas de iPhone de sexta geração

Novo mockup do iPhone de sexta geração

Concordando com as contas de Horace Dediu, o analista Craig Berger, da FBR Capital Markets, disse hoje acreditar que a Apple conseguirá mesmo vender mais de 250 milhões de iPhones de sexta geração.

Novo mockup do iPhone de sexta geração

Para Berger, nem mesmo contratos de longo prazo com operadoras atrapalharão as vendas do aparelho — se muito, algo em torno de 3,9% durante 2013. Ele afirma que upgrades em smartphones são muito mais impulsionados pela chegada de novos modelos significativos como esse do que por oportunidades dadas pelas telecoms ao final de tais contratos obrigatórios.

Outro ponto levantado pelo analista é a iminente e aguardada chegada do iPhone à rede da China Mobile, a maior operadora do mundo. Se isso ocorrer no comecinho de 2013, conforme espera Berger, só nela a Apple deverá vender 13 milhões de unidades no primeiro semestre do ano que vem.

“Nós calculamos que o aparelho representa uma oportunidade para gerar ganhos de US$50 por ação durante o seu ciclo de vida”, disse Berger. “Estimamos que a Apple deverá vender 250 milhões de unidades do iPhone 5 [sic] com um preço médio de venda de US$575, gerando quase US$144 bilhões em receita, US$77 bilhões em lucro bruto e US$47 bilhões em ganhos líquidos.”

É… números “absurdos”, alguns diriam.

[via AllThingsD]

Posts relacionados