Confira três ótimas dicas de leitores de códigos QR para iGadgets

Código QR do MacMagazine

Código QR do MacMagazine

Publicidade

Se você já pegou o celular e apontou-o para o monitor, sabe que a imagem acima é um código QR (ou QR Code, como preferir). Eles são vistos com frequência em revistas, cartões de visita, cartões de embarque, exposições e até tatuagens. O código é lido e interpretado por aplicativos, que retornam uma URL ou outra informação — como um número ou texto.

O principal motivo da existência desses “quadradinhos” é a praticidade. É mais rápido abrir um app e apontar o celular pra imagem do que abrir o navegador e digitar todo o endereço — se for este, o caso. E, cá entre nós, 2-8MB não vão fazer diferença na memória do seu iGadget.

Não seria uma má ideia termos um leitor desses direto na câmera — como já sugerimos aqui e o OS X Mountain Lion também não possui ainda um sistema nativo de leitura de códigos QR, conforme referências indicavam.

Publicidade

Então, seguem abaixo três dicas de apps que conseguem decifrar os famosos QRs:

Kaywa QR Code Reader

Kaywa QR Code Reader

É um leitor específico para QR Codes que mantém um histórico das imagens capturadas. No site da desenvolvedora é possível gerar e compartilhar os códigos, o que é bem bacana. O Kaywa QR Code é gratuito na App Store [4,2MB; requer o iOS 4.3 ou superior], compatível com iPhones/iPods touch.

Publicidade

QR Reader

QR Reader

Com este — preferido meu e do Rafael Fischmann — é possível criar um código QR de dentro do próprio app, procurar códigos nas fotos já tiradas e compartilhar as criações e leituras. Ele também conta com uma aba para favoritos e histórico. O QR Reader é gratuito na App Store [8,1MB; requer o iOS 4.0 ou superior de iPhones/iPods touch], mas possui uma versão Premium (livre de propagandas). Aos interessados, ele também está disponível para iPads: grátis, Premium.

BeeTagg QR Reader

BeeTagg QR Reader

Publicidade

Dica do leitor @Silver472, é o mais leve dos três — mas não menos completo. Identifica códigos de barras, códigos QR, e códigos beetagg (criados pela empresa de mesmo nome). Também compartilha os resultados nas redes sociais e só peca no design, que poderia ter sido tratado com mais carinho. O BeeTagg é gratuito na App Store [1,5MB; requer o iOS 3.0 ou superior], compatível com iPhones/iPods touch. Por curiosidade, ele também está presente em outras oito(!) plataformas.

·   ·   ·

Dica amiga: se eu fosse você, pegava logo algum desses. Vai que você precisa aqui no site, e aí pode “não dar tempo” de baixar! Hehe. 🙂

Posts relacionados