↪ Apple é acusada de infringir patente de vídeo com seu software QuickTime

Logo da Alcatel-Lucent

A Multimedia Patent Trust, uma subsidiária da Alcatel-Lucent, já processou empresas de consumo eletrônicos e muitas emissoras ao longo dos anos, incluindo Microsoft, Dell, LG, TiVo, Canon e, sim, Apple. Neste último pedido de violação de patente, a MPT centra seu caso inteiramente contra a Apple em três acusações decorrentes de uma única patente de compressão de vídeo utilizado no QuickTime. A ação judicial foi movida pela Quinn Emanuel Urquhart & Sullivan, uma empresa de advocacia que representou a Motorola contra a Apple no passado e que é conhecida por ser próxima ao Google.

Além de royalties e injunção contra produtos infratores, a MPT quer também a triplicação de danos se a Apple for considerada culpada no caso. [Patently Apple]

Posts relacionados