Em outro processo americano, Apple acusa Galaxy S III, Note e Note 10.1 de infrações

Samsung Galaxy S III

As brigas entre Apple e Samsung não se resumem ao julgamento californiano, o qual ganhou um veredito recentemente. Depois disso vimos também decisões de julgamentos entre as empresas na Coreia do Sul e no Japão. Agora, colocando mais lenha na fogueira, a Apple resolveu entrar com novos pedidos num processo aberto em fevereiro contra alguns aparelhos da Samsung — sim, apesar de ser também na Califórnia, este caso é diferente do que acompanhamos recentemente.

Samsung Galaxy S III

A Maçã acusa a sul-coreana de violar algumas de suas patentes utilitárias com os aparelhos Galaxy S III (GSM e Verizon), Galaxy Note e Galaxy Note 10.1, aumentando a lista de dispositivos infratores para mais de 20! O argumentos dos advogados são os mesmos de sempre: violação, danos irreparáveis, Samsung não para de copiar, etc.

Abaixo, a lista completa:

  • Galaxy S III.
  • Galaxy S III (Verizon).
  • Galaxy Note.
  • Galaxy S II Skyrocket.
  • Galaxy S II Epic 4G Touch.
  • Galaxy S II.
  • Galaxy S II (T-Mobile).
  • Galaxy S II (AT&T).
  • Galaxy Nexus.
  • Illusion.
  • Captivate Glide.
  • Exhibit II 4G.
  • Stratosphere.
  • Transform Ultra.
  • Admire.
  • Conquer 4G.
  • Smartphones Dart.
  • Galaxy Player 4.0
  • Galaxy Player 5.0.
  • Galaxy Note 10.1.
  • Galaxy Tab 7.0 Plus.
  • Tablets Galaxy Tab 8.9.

“Mas o Galaxy S III é totalmente diferente do iPhone, como a Apple pode acusá-lo de violação?” Como disse, nessa disputa, não estão em jogo patentes de design, apenas inventos utilitários, entre eles os de números 5.946.647 (detecção de dados), 8.046.721 (“slide to unlock”), 8.074.172 (recomendação de palavras — esta a Apple tinha que jogar fora, pois não funciona) e 8.086.604 (busca universal). As armas são as mesmas de sempre, já que a patente ‘721, serviu, por exemplo, para banir aparelhos da HTC dos Estados Unidos recentemente.

[via AppleInsider]

Posts relacionados