Analista diz que ações da Apple são valorizadas quando produtos têm estoques limitados

AAPL e estoque de produtos da Apple

Já trouxemos aqui para o site relatos contraditórios sobre a produção do novo iPhone estar prejudicada ou indo de vento em popa, mas um analista disse hoje que, mesmo se o estoque inicial do produto estiver limitado, isso será *positivo* para a Apple.

Evidentemente, para consumidores é bem chato comprar um produto e ter que esperar dias/semanas pela sua entrega. Mas um levantamento feito por Robert Cihra, da Evercore Partners, mostrou que, historicamente, quando a Apple tem uma demanda maior do que a oferta, o preço das suas ações sobe.

AAPL e estoque de produtos da Apple

No caso do “iPhone 5”, dois componentes-chave citados como candidatos a prejudicarem a entrega do aparelho são a sua nova tela com tecnologia in-cell e a nova geração de basebands da Qualcomm fabricadas num processo de 28 nanômetros.

Ainda assim, Cihra prevê vendas de 24 milhões de iPhones no trimestre que termina em setembro e um recorde de 49 milhões no que termina em dezembro. Ele manteve a sua classificação de “sobrepeso” para a NASDAQ:AAPL, elevando o preço-alvo de US$750 para US$800. No momento da publicação deste artigo, os papéis da Apple estavam em baixa de 0,25%, cotados a US$673,25.

[via AppleInsider]

Posts relacionados