↪ Juíza aprova acordo entre editoras e Departamento de Justiça dos EUA

Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos

Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados UnidosNum movimento que pode mudar a indústria editorial, uma juíza federal aprovou um acordo com três das maiores editoras do país sobre suposto conluio na fixação de preços de ebooks.

A aprovação vem enquanto Apple e duas outras editoras estão se preparando para se defender, em junho do ano que vem, das alegações antitruste feitas pelo Departamento de Justiça dos EUA de que eles concordaram em manter elevados os preços de ebooks, num tentativa de forçar os descontos dados pela Amazon.com.

O órgão já tinha indicado que faria de tudo para que o acordo com Hachette, Simon & Schuster e HarperCollins saísse do papel. Agora, com a aprovação da juíza, o contrato entre elas e Apple terá que ser reescrito. Além disso, pelos próximos dois anos, as empresas envolvidas não poderão assinar acordos que contenham restrições de preços e/ou mecanismos de compromissos. Veremos qual será o próximo movimento de Apple, Macmillan e Penguin. [WSJ.com]

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários