Projeto ZanZar: 30 dias, 30 referências do mundo artístico a partir de um iPhone 4S

Logo - Projeto ZanZar

Há quem use o iPhone como telefone, como navegador, como iPod, como editor de textos, como passatempo… e há quem o use como câmera fotográfica e/ou filmadora, muitos com o intuito de realmente se expressar artisticamente. Não é à toa que, recentemente, comentamos de um casamento o qual foi todo registrado com apenas um iPhone e alguns acessórios.

Nesta semana, a Pitzi — sim, aquela empresa que oferece um serviço de proteção de smartphones contra acidentes — lançou uma iniciativa superbacana e diferente, chamada Projeto ZanZar.

Logo - Projeto ZanZar

Durante 30 dias, um iPhone 4S protegido pela Pitzi passará na mão de 30 pessoas diferentes, a fim de que possam registrar fotos, vídeos, anotações, etc. sobre o que quer de interessante acontecer durante um dia e noite inteiros. O projeto começou no sábado passado (30/8) com Flip Yung (um dos artistas de rua mais famosos de São Paulo), que o passou para Jamés Ventura, rapper, e daí para outros. E isso vai rolar o mês inteiro — veja algumas das fotos que eles já compartilharam!

Foto - Projeto ZanZarFoto - Projeto ZanZar

Foto - Projeto ZanZarFoto - Projeto ZanZar

Quem quiser acompanhar o Projeto ZanZar pode não só acessar o seu site oficial, como também curtir a página dele no Facebook, segui-lo no Twitter, acompanhá-lo pelo Tumblr e/ou conferir todas as fotos que estão sendo postadas no Instagram. Segundo nós apuramos, ao menos quatro pessoas superconhecidas serão pontos de referência ao longo do prejeto, garantindo que o ZanZar entre em círculos sociais bem diversos.

Ah, e por falar na Pitzi, vale lembrar que nosso benefício exclusivo só irá durar por mais um dia. Aproveitem! 😉

Posts relacionados

Comentários