Apple é condenada a pagar R$168 mil a enciclopédia chinesa, devido a apps que violaram seus copyrights

Encyclopedia of China Publishing House (ECPH)

Em 2010, a Encyclopedia of China Publishing House (ECPH) abriu um processo contra a Apple após descobrir alguns apps publicados em sua loja que teriam violado leis de copyright ao utilizar partes de sua enciclopédia sem autorização.

Encyclopedia of China Publishing House (ECPH)

Nesta semana, segundo noticiou o Sina [Google Translate], um veredito foi dado que deve agradar (ou desagradar) parcialmente a ambos os lados.

A Apple não conseguiu se livrar das acusações ao alegar que não teria envolvimento direto com as violações (a corte disse que ela tinha responsabilidade, sim, por ter aprovado os aplicativos e lucrado também com a venda deles), mas só terá que ressarcir 520 mil yuans chineses (cerca de R$168 mil) à ECPH, enquanto esta inicialmente buscava nada mais nada menos que 53 milhões de yuans (mais de R$17 milhões).

Um porta-voz da Apple comentou o assunto ao TNW: “A App Store oferece a consumidores na China acesso a uma seleção incrível de mais de 700.000 apps criados pela comunidade de desenvolvedores da Apple. Como uma detentora de propriedades intelectuais, a Apple entende a importância de protegê-las e, quando recebemos reclamações, como fizemos nesse caso, respondemos rápida e apropriadamente.”

[via AppleInsider]

Posts relacionados