Apple está monitorando 800 mil trabalhadores; 97% estão em conformidade com o código de trabalho da empresa

Gráfico - Conformidade dos fornecedores com as horas de trabalho (agosto)

Depois do imbróglio envolvendo as condições de trabalho na China, a Apple se comprometeu em informar, através de seu site, o progresso em algumas áreas da produção de iProducts, como por exemplo o excesso de horas de trabalho.

O último que comentamos aqui no site foi em março, mas de lá pra cá a coisa evoluiu ainda mais, conforme podemos ver abaixo:

Gráfico - Conformidade dos fornecedores com as horas de trabalho (agosto)

Acabar com a prática do mercado de excesso de horas de trabalho é uma das principais prioridades da Apple para 2012. Nosso foco de reduzir o excesso de horas trabalhadas evoluiu nos últimos anos de um pequeno programa para um enfoque mais amplo que abrange cursos, consultoria, integração, decisões de compra e verificação dos sistemas e práticas relacionados a horas de trabalho.

Indo fundo na nossa cadeia de fornecimento, estamos agora monitorando dados semanais de 800.000 trabalhadores em nossas fornecedoras. Em agosto, 97% das semanas de trabalhos foram notificados como compatíveis com a semana de trabalho de 60 horas máxima especificada em nosso código, sustentando os 97% que foi relatado em julho.

Mesmo com o lançamento do iPhone 5 e o possível ritmo aluciante de produção, as horas de trabalho nas fornecedoras da Apple se mantiveram estáveis em agosto, comparadas com julho.

[via TNW]

Posts relacionados