Apple não quer que dados financeiros usados no julgamento contra a Samsung se tornem públicos

Juíza Lucy Koh

Juíza Lucy KohDurante o julgamento contra a Samsung em San Jose, a Apple precisou mostrar dados financeiros confidenciais para o tribunal, como forma de explicar as contas realizadas para se chegar ao total solicitado como indenização.

A juíza Lucy Koh, que julgou o caso, acabou de negar o pedido de confidencialidade de documentos contendo tais dados precisos da Apple. Segundo ela, a gigante de Cupertino “não pode ao mesmo tempo querer usar seus dados financeiros para buscar indenizações multibilionárias e insistir para mantê-los confidenciais”.

Apesar de ser uma companhia aberta, a Apple não fornece dados especificados por dispositivo, como margem de lucro e quantidade exata de vendas de cada modelo. Para a empresa, revelar esse tipo de informação seria um desastre, já que a concorrência poderia utilizá-los como vantagem competitiva.

Mas eles não serão revelados, ainda. Koh deixou claro que não tornará os dados públicos até seu pedido ser analisado pela Corte de Apelações dos Estados Unidos.

[via Ars Technica]

Posts relacionados

Comentários