Hands-on: as primeiras impressões do iPad mini

iPads mini de frente

Os convidados do evento especial da Apple, realizado ontem no California Theatre, em San Jose, puderam colocar as mãos (hands-on) nos lançamentos da empresa logo após o término da apresentação. Muitos deles já compartilharam suas opiniões, e nós destacamos alguns.

iPads mini de frente

Confira as primeiras impressões do iPad mini:

Jacqui Cheng, Ars Technica

Ele é mesmo uma versão menor do iPad, mas em uso, o iPad mini “parece” significativamente menor. A Apple afirma que você pode segurar o aparelho com uma mão, o que pode ser tecnicamente verdade para alguns dos nossos leitores com mãos grandes. Para mim, ainda que possível, não difícil.

Vale dizer que Cheng parece não ter ido muito com a cara do iPad mini. Ao pegá-lo, ela achou que o produto não demonstra a mesma qualidade do iPad de terceira geração devido ao novo acabamento traseiro — muito parecido com o do iPhone 5. No mais, Cheng citou duas vezes que o iPad mini é mais grosso que o iPad, o que não é verdade.

Joshua Topolsky, The Verge

Como a maioria dos produtos da Apple, a construção da tablet menor é excelente, superando facilmente a concorrência no mercado. Em comparação, o Nexus 7 e o Kindle Fire HD parecem brinquedos. Outros fabricantes terão que mostrar todo o seu arsenal com um produto desses chegando. É marcante a diferença entre materiais e solidez.

Nós não saberemos os detalhes completos do iPad mini até fazermos um review adequado mas, à primeira vista, é um dispositivo impressionante que ajuda a lembrar a indústria como a Apple é muito boa em duas coisas: na criação de hardware lindo e na criação de um espetáculo.

Darren Murph, Engadget

O iPad menor é claramente destinado às salas de aula e aos leitores — dois setores que frescuras não são exatamente necessárias. Ele se supera, previsivelmente, no acabamento e no ajuste global. Assim como o iPad maior, este cai deliciosamente na mão. Se você tem um iPad, você sabe o que estou falando. Sim, é mais leve e mais ágil, como se a Apple tivesse inventado a sua própria versão de 7 polegadas de uma tablet. E, de fato, isso é precisamente o que aconteceu aqui. Mas ainda assim, não é pequena. Enquanto uma mão adulta totalmente estendida geralmente pode abraçá-la sem a ajuda de outra, você ainda vai querer usar as duas para digitação e para o uso de aplicativos. Ainda é grande demais para o seu bolso e ele não vai te salvar um grande pedaço de espaço na sua mochila em comparação com o de 9,7 polegadas.

Anand Lai Shimpi, AnandTech

Acabamos de passar um bom tempo com o iPad mini e a maneira mais fácil para descrever o dispositivo é que ele é mais leve do que você poderia esperar. A qualidade de construção e acabamento são exatamente o que você esperava, mas o dispositivo é consideravelmente mais leve do que o iPad, parecendo superior em sua mão.

A tela não é apertada graças ao tamanho diagonal razoavelmente grande. Está claro que o iPad mini foi feito para aqueles que querem algo ainda mais portátil do que o iPad padrão.

Em termos de desempenho, há uma diferença muito visível entre o A5, do iPad mini, e o A6X, do iPad de quarta geração, como esperado. Eu gostaria que a Apple trouxesse o A6 para o mini, porém algo tem que ser sacrificado em busca de um preço mais baixo.

Stuart Miles & Rik Henderson, Pocket-lint

No entanto, o aspecto mais surpreendente é que ele não é apenas um pequeno iPad, as margens são mais finas em todo o dispositivo [principalmente nas horizontais] e se encaixa muito bem na palma da mão, mesmo tendo uma tela de quase 8 polegadas. Isso torna a leitura de sites muito mais fácil porque há mais espaço na tela. Porém é estranho, considerando que não é o que a Apple nos disse que era melhor para o iPhone 5.

Scott Stein, CNET

Um processador A5 significa que vai ser semelhante ao iPod touch de quinta geração. A parte importante deste iPad é que ele é tão leve quanto um Kindle, mesmo não sendo tão pequeno em largura e altura.

O acesso com o polegar nas laterais é definitivamente mais fácil, também. Uma operação com o polegar é teoricamente possível e eu descobri que eu poderia fazer para rolagem básica e virar páginas.

Vincent Nguyen, SlashGear

A Apple não alcançou a marca de US$300 como muitos esperavam, mas os materiais de alta qualidade — contra os plásticos mais comuns das tablets Android — ajudam a diferenciar o iPad de outros. Aqueles que já investiram no ecossistema iOS ou OS X, obviamente, têm interesse em optar pela tablet menor da Apple, também. Saberemos mais quando tivermos a chance de brincar/analisar uma unidade, mas por ora o iPad mini está respondendo todas as perguntas que nós esperávamos.

Chris Taylor, Mashable

Depois de passar algum tempo com o iPad mini, fiquei impressionado com o quanto o campo de visão da tablet, de 7,9 polegadas, pode preencher. Para aqueles que procuram uma tablet menos, mais barata, este será o dispositivo certo.

Minha primeira impressão da tela, visualmente falando, foi de que eu estava segurando um iPad 2 — apenas segurando um pouco mais longe do que o habitual.

Darrel Etherington, TechCrunch

Eu tenho sido um crente de que tablets menores têm um lugar no mercado, mas eu tenho constantemente me decepcionado com a experiência em plataformas concorrentes, incluindo BlackBerry e Android. Mas eu sinto o iPad mini como uma revelação: a prova de que uma tablet menor funciona, e funciona bem.

Jim Darlymple, The Loop

O iPad mini pode ser facilmente segurado com uma mão para leitura. Menus e outros itens na tela podem ser alcançados com essa mão, se eles estiverem perto. Claro, você não pode esperar ser capaz de navegar na tela do mini com uma mão, mas você pode tocar e rolar.

Com as duas mãos você pode realmente colocar o mini na palma de uma mão enquanto navega com a outra. Os ícones de aplicativos são de um tamanho decente para que não haja nenhuma preocupação de acidentalmente encostar no aplicativo errado.

Dan Moren e Jason Snell, Macworld

Se você acha que o iPad mini é apenas um pequeno iPad, bem, você pode estar certo. Mas ele realmente precisa ser visto para ser compreendido. É pequeno, leve e tem grande ajuste e acabamento. Sua tela é boa, mas, definitivamente, não da qualidade de uma Retina. Quando você ver um e experimentar um, você saberá se quer um.

O iPad mini custa a partir de US$330 nos Estados Unidos e sua pré-venda começará na sexta-feira (26/10) — ele chegará às lojas em 2/11. Ainda deverá demorar um pouco para ele chegar ao Brasil, já que o produto precisa ser homologado pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações).

Posts relacionados

Comentários