iFixit desmonta o MacBook Pro de 13 polegadas com tela Retina

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

Assim que foi lançado, em junho passado, a iFixit pôs as mãos no MacBook Pro de 15 polegadas com tela Retina e desmontou tanto a máquina quanto o display, mostrando quão complexa ela é. Que tal agora darmos uma olhada no irmão mais novo (modelo A1425), lançado no evento especial da Apple que aconteceu na terça-feira (23/10)?

Publicidade

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

Os especialistas da iFixit de cara repararam que houve mudanças no design da bateria entre o lançamento dos dois modelos (15″ e 13″). Conforme podemos ver [clique aqui e compare], a nova máquina não conta com células de bateria no espaço destinado ao trackpad, o que deve facilitar a troca da peça caso ele quebre.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

O aviso para que apenas um especialista Apple abra e mexa na máquina continua lá. 😛

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

A bateria é fixada por diversos parafusos, que precisam ser soltos para termos acesso às entranhas da máquina.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

Os SSDs da máquina (256GB) foram produzidos pela Samsung e levam o número de série S0X5NYAC703706.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

A proteção contra aquecimento e a ventoinha assimétrica introduzidas no modelo maior estão lá — com tamanhos ajustado ao modelo de 13″, é claro.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

Abaixo, detalhes da placa lógica:

  • Processador Intel Core i5-3210M de 2,5GHz (com gráficos Intel HD 4000 e Turbo Boost de 3,1GHz).
  • Hynix H5TC4G83MFR DDR3L SDRAM (8GB), soldada na placa lógica.
  • Hub de controle de plataforma Intel BD82QS77.
  • Controlador Thunderbolt Intel DSL3510L.
  • Microcontrolador da Texas Instruments Stellaris LM4FS1AH.
  • Hub de controle SMSC USB2512B USB 2.0.
  • Semicondutor Cypress CY8C24794-24L.
  • Controlador de energia Maxim MAX15119.
  • Controlador de áudio da Cirrus Audio 4206BCNZ.
  • Chip da Texas Instruments TPS 51980.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

O conector MagSafe 2, em destaque.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

A bateria do MacBook Pro de 13 polegadas com tela Retina trouxe avanços no que diz respeito a reparabilidade. Diferentemente do modelo de 15″ — que ganhou a classificação “Ouro” da EPEAT, o que a iFixit não concorda de jeito nenhum — a bateria do novo modelo utiliza menos adesivos e mais parafusos/placas de metais para se fixar. Com isso, a iFixit precisou de menos tempo para retirá-la, sem a necessidade de uma máquina de calor.

A bateria do [MacBook Pro de] 13″ Retina é um passo na direção certa para reciclagem e reparabilidade, mas ainda muito longe das baterias não-adesivas do MacBook Pro de antigamente.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

O trackpad trouxe uma surpresa: além do controle touchscreen Broadcom BCM5976 — o mesmo utilizado no iPhone 5 —, ele conta com um armazenamento flash (Silicon Storage Technology SST25VF020) de 2Mb. Pra quê? A iFixit não sabe, mas só reparou agora. Contudo, avisou que o modelo de 15″ também tem o mesmo armazenamento, mesmo eles não tendo percebido isso durante a desmontagem da máquina maior.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

Como dito acima, o trackpad da MBP Retina de 13″ pode ser facilmente substituído, bastando retirar cinco parafusos — bem diferente do MBP Retina de 15″, no qual o trackpad fica escondido atrás da bateria.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

O diplay Retina é fixado por alguns parafusos Torx. A iFixit preferiu não tentar separar a tela do vidro já que eles agora são laminados juntos.

iFixit desmontando o MacBook Pro de 13" com tela Retina

Resultado: o MacBook Pro de 13 polegadas com tela Retina ganhou uma nota 2/10 em reparabilidade — bateria colada, parafusos pentalobe proprietários, RAM soldada à placa lógica, conjunto de tela quase impossível de desmontar, entre outros pontos que ajudam a atingir essa nota baixa.

Para mais informações e detalhes, não deixe de ler o artigo deles. Ah, e se você você gosta de imagens de gatinhos, a desmontagem está cheia delas, com direito a resolução de papel de parede compatível com a nova máquina (qualidade 2560×1600 pixels). 😛 Quer um exemplo? Veja a imagem abaixo:

Papel de parede da iFixit

Clique para ampliar.

Recentemente entramos em contato com eles para saber conseguiam montar novamente as máquinas desmontadas. Eles nos responderam que, sim, na maioria das vezes conseguem, mas que depende muito do dispositivo e do que é analisado.

Em alguns casos eles removem a camada superior da CPU, como fizeram no Kindle Fire HD. Nesses casos não tem jeito, o aparelho é perdido. Mas eles reutilizam até mesmo os gadgets quebrados de várias maneiras diferentes, assim o dispositivo não se torna um grande peso de papel. 🙂

Posts relacionados