Surgem os primeiros reviews do iPad mini

iPad mini rodando o app Notas

Como sempre, poucos dias antes de chegar ao mercado, os jornalistas e blogueiros que tiveram a oportunidade de testar novos iProducts liberam seus reviews. Com o iPad mini, é claro, não foi diferente.

Publicidade

iPad mini rodando o app Notas

Abaixo, alguns deles destacados por nós:

Jim Dalrymple, The Loop

Eu estava errado. Já me perguntei publicamente se uma tablet menor caberia ou não em meu trabalho e até sugeri que o iPad maior seria melhor. Eu estava errado.

Tim Stevens, Engadget

Publicidade

Essa não é apenas um tablet da Apple baseada num orçamento. Esse não é apenas um iPad encolhido. Essa é, de muitas maneiras, a melhor tablet da Apple: um dispositivo incrivelmente fino, extremamente leve, obviamente bem construído, que oferece bateria fenomenal. Não, o desempenho não corresponde ao dos últimos iPads e, sim, falta um pouco de resolução na exibição, mas nada além disso vai deixar você querendo mais. Por US$329, isso tem muito a oferecer até mesmo para as tablets mais caras da Apple.

Joshua Topolsky, The Verge

Momentos depois de eu segurar o iPad mini no evento da Apple em San Jose, eu me apressei e escrevi que ele fez outras tablets parecerem brinquedos. Talvez eu tenha sido um pouco duro com a concorrência no calor do momento, mas digo que não existe um único produto no mercado de tablet de 7 polegadas que se aproxima do visual, da sensação ou da qualidade de construção do novo iPad. Ele é absolutamente lindo de ver e, em sua mão, tem a solidez reconfortante de um produto que é construído para durar.

MG Siegler, TechCrunch

A primeira coisa que você vai notar é como o iPad mini é leve. É semelhante ao efeito de quando você segura um iPhone 5 pela primeira vez, embora não tão chocante. Ao mesmo tempo, o iPad mini é muito menos do que a metade do peso de um iPad de tamanho completo (308g vs. 652g), então a diferença é muito perceptível. O iPad mini não é tão leve quanto um Kindle, embora não esteja muito longe desse peso. E é mais leve do que um Nexus 7.

Shane Richmond, The Telegraph

Eu testei alguns apps mais recentes — e exigentes — para ver como o iPad mini se comportaria e não vi nenhum problema. O mini é alimentado pelo mesmo chip A5 da Apple encontrado dentro do iPad 2 e aplicativos não rodam devagar, assim como o aparelho não fica quente.

Rich Jaroslovsky, Bloomberg

A coisa mais impressionante sobre o mini é como ele é fino e leve. Ele é realmente fino e leve. Loucamente fino e leve, mesmo.

Apesar de ter uma tela maior, ele pesa 21% menos do que o Kindle Fire HD e 9% menos do que o Nexus 7. Também é 30% mais fino do que qualquer um deles, mais fino até mesmo que um lápis.

Scott Stein, CNET

Bom: o design ultrafino e leve do iPad mini é muito mais intimista que o iPad maior; suas câmeras, capacidade de armazenamento, antena LTE opcional e funcionalidade geral oferece uma experiência completa do iPad. A dimensão de tela exibe elegantemente revistas e aplicativos.

Ruim: o iPad mini custa muito, especialmente considerando a baixa resolução de seu display de 7,9 polegadas não-Retina. O processador A5 não é tão robusto como o do iPad de quarta geração e o iPhone 5. Digitar na tela menor não é tão confortável.

Conclusão: se você deseja que uma experiência completa e polida da Apple numa tablet menor, o iPad mini vale o preço premium. Caso contrário, boas alternativas estão disponíveis por menos dinheiro.

Harry McCracken, TIME.com

Se o seu orçamento tem mais espaço de manobra, o iPad mini é a melhor tablet de tamanho compacto do mercado. A Apple não construiu um produto-barganha; ela apertou todo o design industrial do iPad, aplicativos polidos e de terceiros e mais de sua tecnologia em um modelo menor, mais fino, mais leve e de menor preço. O resultado pode ser um produto único da categoria — mas eu tenho um palpite de que será uma categoria bastante popular.

Walt Mossberg, AllThingsD

Publicidade

Tenho testado o iPad mini por vários dias e descobri que ele faz exatamente o que promete: traz a experiência do iPad para um dispositivo menor. Todos os aplicativos que rodam em meu iPad maior fucionaram perfeitamente no mini. Eu fui capaz de utilizá-lo com uma mão e segurar por longos períodos de tempo sem me cansar. Minhas reclamações foram apenas que ele é um pouco grande demais para caber na maioria dos meus bolsos e a resolução da tela é um grande passo para trás levando em consideração a tela Retina do iPad grande.

Charles Arthur, The Guardian

A Apple vai vender um monte deles — possivelmente mais do que o iPad “grande” — neste trimestre. A única maneira que a Apple poderia melhorar este produto seria (como algumas pessoas já estão comentando) dando uma tela Retina e, de alguma forma, o tornando mais leve. Isso pode acontecer em algum momento. Você pode esperar, se quiser; outras pessoas, entretanto, comprarão esse.

Arthur também vez um vídeo-review, mas o player não permite colocarmos aqui — eis o link, para quem quiser.

Vincent Nguyen, SlashGear

Publicidade

No final, se trata de um pacote global, uma experiência que a Apple está oferecendo. Não é a tablet mais rápida, nem a mais barata, nem a que prioriza a exibição de mais pixels, mas a única com um monte de aplicativos, com a integração com o iOS (ecossistema iTunes), com a familiaridade de usabilidade e, sim, a fixação da marca. Isso é uma métrica interessante para se julgar em um produto novo e é esse conjunto de habilidades que faz do iPad mini ser único no mercado. Se o iPad com tela Retina é o carro-chefe das tablets da Apple, o iPad mini é o modelo da pessoa comum, sendo aquele que vai, merecidamente, vender muito bem.

Clayton Morris, FOX News

Para pôr as suas mãos em um iPad mini, você vai pagar US$130 a mais do que você pagaria no Google Nexus 7 e no Kindle Fire HD. A Apple sem dúvida quer competir com as tablets de 7 polegadas — então, por que seu preço está acima dos concorrentes?

Porque a Apple pode.

Essas tablets não têm a experiência completa que o iPad tem. O iPad ainda é o “padrão-ouro” para tablets. Com hardware estelar e centenas de milhares de aplicativos, o iPad é o Kleenex dos lenços de papéis faciais. O TiVo dos DVRs. Ele tem todas as vantagens de utilizar um dispositivo iOS: App Store, iMessage, FaceTime, etc.

É o iPad. Apenas menor.

Edward C. Baig, USATODAY.com

O formato menor muda a forma como você se aproxima da tablet. Eu nunca hesitei em viajar com o iPad maior. É ótimo para ler, para assistir a filmes e para jogar jogos em um avião — mas dada uma opção, eu escolheria o pequeno gadget antes de uma viagem que eu teria que fazer agora. É o tamanho certo para imergir em um romance. Segurando pela lateral, é simples escrever um email com os dedos. A bateria é excelente.

John Gruber, Daring Fireball

O display do iPad mini não é terrível. É exatamente o que você pensa: parece como o do iPhone 3GS no formato de iPad, incluindo o fato de que os pixels parecem mais profundos na superfície do vidro — eles são, contudo, mais brilhantes e mais vibrantes do que o 3GS, talvez porque ele usa um painel IPS. E depois de uma semana utilizando como meu iPad principal, os pixels individualmente perceptíveis não são mais chocantes para os meus olhos. A resolução Retina não é a única e significativa queixa que tenho do iPad mini, uma questão que é apenas aparente para aqueles que já possuem um iPad de terceira e quarta gerações.

Se o mini tivesse uma tela Retina, eu mudaria do meu iPad de terceira geração para ele em um piscar de olhos. Tal como está, eu vou mudar de qualquer maneira. Indo não-Retina, é uma pílula amarga particularmente para mim, mas eu gosto tanto do tamanho do iPad mini e de seu peso que vou engolir.

Meu palpite é que isso vai ser muito parecido com o iPod e iPod mini, em 2004: o modelo grande continuará vendendo bem, mas o mini se tornará o modelo mais vendido.

David Pogue, NYTimes.com

No geral, o mini te dá tudo que o iPad maior oferece num tamanho mais flexível, o que é incrível. Você pode argumentar que o iPad mini é que o iPad sempre quis ser.

iPad mini deitado com lápis

No geral, os reviews são bastante positivos. Todos destacam o design, a bateria, a câmera, o peso, a espessura, entre outras coisas, colocando o preço e a tela como os fatores negativos.

Posts relacionados