Confira reviews do iPad de quarta geração

Conexão sem fio ultrarrápida do iPad

Ontem mostramos alguns reviews do iPad mini. Que tal agora as opiniões de que já testou o iPad de quarta geração? Confira, abaixo:

Conexão sem fio ultrarrápida do iPad

Jim Darlymple, The Loop

Não há realmente muito o que dizer sobre o iPad 4 [sic]. Ele é muito rápido em processamento e em gráficos, mas nós já sabíamos disso. Para mim, o iPad 4 [sic] dá aos desenvolvedores mais espaço para eles continuarem aumentando o nível das coisas que eles podem produzir. Que, por sua vez, nos dá melhores produtos para comprarmos iPads. Isso é bom sempre que acontece.

Tim Stevens, Engadget

O novo iPad é a melhor tablet de 10 polegadas do mercado. Dito isso, nós estaríamos mentindo se não disséssemos que o iPad mini é uma alternativa extremamente atraente, um dispositivo tão bom que talvez essa atualização tenha sido feita logo após seu antecessor para manter o apelo da versão maior, mais cara. Os teóricos de conspirações são bem-vindos para discutir esse ponto, mas nós vamos dizer isso com convicção: este é um momento maravilhoso para comprar uma tablet. Se você ainda está em cima do muro sobre a compra no ecossistema da Apple, vá em frente e puxe o gatilho, já. A única questão é: qual o tamanho?

David Pierce, The Verge

Passei horas jogando Dead Space, Infinity Blade II e Zomebiewood e o desempenho foi quase perfeito — os gráficos são lisos e, não importa o detalhamento, tudo é incrivelmente ágil. Eu não vi um único frame pulando ou animação engasgando. Claro, eu poderia dizer todas essas mesmas coisas sobre o iPad, que saiu em março. O mais novo iPad é melhor, mas só se você for muito exigente e atencioso.

MG Siegler, TechCrunch

Enquanto o “superaquecimento” [do iPad de terceira geração] foi mais uma situação exagerada em torno da Apple há alguns meses, a temperatura do dispositivo, por vezes, era perceptível (embora muito menos do que qualquer laptop, por exemplo). Agora parece que nem tanto. Ou talvez tenha crescido calos em minhas mãos devido à falta de luva de forno durante o manuseio do aparelho. Difícil dizer.

Shane Richmond, The Telegraph

A diferença mais óbvia é evidente na abertura de apps. Eu testei alguns apps bem pesados — como Fieldrunners 2 HD e Collins Atlas — e ambos abriram cerca de 10 segundos mais rápido do que no iPad de terceira geração. Essa é uma diferença muito significativa no uso diário.

Scott Stein, CNET

Bom: o processador mais rápido A6X do novo iPad acrescenta velocidade e poder gráfico extra ao sistema. A melhora na compatibilidade com redes mundiais do modelo LTE o torna mais atraente. E a App Store continua sendo a melhor, com a mais ampla seleção.

Ruim: o iPad de quarta geração é idêntico ao seu antecessor recente — mesmo tamanho, peso e tela Retina. É pesado para segurar em uma mão e a maioria dos acessórios mais antigos não funcionarão sem investir em um adaptador Lightning caro.

Conclusão: o último iPad traz vários ajustes e melhorias para garantir sua posição no topo das tablets. Ele é melhor em vários sentidos, mas proprietário do modelo de terceira geração não precisam fazer o upgrade.

Vincent Nguyen, SlashGear

O iPad de terceira geração sem dúvida não precisava de um upgrade; na verdade, se a Apple não tivesse optado por mudar para o [conector] Lightning, poderia ter facilmente segurado a atualização para 2013, de acordo com seu típico ciclo de atualização. Isso contribui para uma decisão de atualização relativamente simples se você for um proprietário do iPad de terceira geração. A menos que você esteja desesperado pelo Lightning — talvez você também tenha um iPhone 5 e quer usar todos os mesmos acessórios em vez de comprar o adaptador. Além disso, ainda estamos esperando aplicativos que realmente exigem o potente chipset A6X.

Sophie Charara, Stuff magazine

Pela primeira vez, com o iPad de quarta geração, a Apple está simplesmente oferecendo mais tecnologia para o seu bolso — e isso é uma coisa boa. Será difícil para o Nexus 10, com sua “tela-melhor-que-Retina”, combater a combinação do 4G, de apps dedicados (e otimizados) e a incrível performance do iPad. Só o tempo dirá.

·   ·   ·

No geral, a recomendação é a mesma: se você tem o iPad de terceira geração e está feliz com ele, não existe necessidade real de fazer a troca. Para quem ainda está no iPad original ou está querendo comprar uma tablet, sem dúvida o iPad de quarta geração é a melhor opção do mercado — entre os modelos com cerca de 10 polegadas, é claro.

Posts relacionados

Comentários