Análise: tela do iPad mini não é Retina, mas supera a do iPad 2

Tela do iPad mini e tela do iPad 2 vistas sob um microscópio

Lançado no mês passado, o iPad mini chegou com especificações técnicas parecidas com as do iPad 2, trazendo apenas algumas pequenas diferenças — como conector Lightning e alto-falante estéreo.

Justamente por isso, a Apple foi criticada por oferecer um hardware “ultrapassado” sem tela Retina. Entretanto, testes de performance já mostraram que o iPad mini não fica muito atrás de seus irmãos de segunda e terceira geração em termos de poder de processamento. Agora, o pessoal da Repair Labs trouxe uma comparação entre as telas de todos os iPads, mostrando que, apesar de a tela da tablet menor ser bem inferior às telas Retina, ela ainda é bem melhor do que o display do iPad 2.

Tela do iPad mini e tela do iPad 2 vistas sob um microscópio

Tela do iPad mini (esquerda) e tela do iPad 2 (direita) vistas sob um microscópio.

Concentrando a mesma quantidade de pixels em um espaço menor, a tela do iPad mini tem uma densidade maior do que a presente nas telas das duas primeiras gerações da tablet da Apple: 163 pixels por polegada. Para efeito de comparação, a tela do iPad 2 tem 132 pixels por polegada e a tela Retina tem 264.

Se você se interessa por imagens de objetos azuis, vermelhos e verdes vistos sob o microscópio, não deixe de acessar o artigo completo da Repair Labs, que mostra a diferença entre as telas de todas as gerações do iPad.

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários