Apple estaria montando alguns dos novos iMacs nos Estados Unidos

iMac montado nos Estados Unidos

Isso é, no mínimo, curioso. Apple — principalmente ela — e outras empresas do setor de tecnologia receberam bastantes críticas pela situação na qual se encontram as linhas de fabricação/montagem das empresas, na China. A grande maioria dessas gigantes do mercado montam seus produtos através de parceiras como a Foxconn, que se viu envolvida em várias denúncias e acusações de maus tratos, trabalho infantil, excesso de carga horária, entre outras muitas coisas.

Muitos questionaram se a Apple não poderia levar essa montagem de iProducts para os Estados Unidos, abrindo mais oportunidades de empregos no país. Contudo — sem querer entrar no mérito da situação —, não é qualquer um que “aceita” ganhar um salário bem baixo e trabalhar por horas e mais horas numa linha de montagem, como os chineses fazem. Por isso, seria muito difícil ver americanos aceitando esse tipo de trabalho. Sem falar que, na China, as leis (como 60 horas de trabalho semanais) — e as brechas — facilitam bastante as coisas para essas companhias, que se aproveitam, sim, dessas oportunidades.

No final das contas, o que vemos são lucros exorbitantes a cada trimestre, sendo que uma parcela insignificante disso fica no país asiático — um modelo de negócios praticamente impossível de ser replicado em qualquer outro lugar do mundo. E nem adianta falarmos mal disso tudo, afinal, você muito provavelmente está lendo este post de um iPhone, iPod touch, iPad ou Mac (ou similares), não está? Pois então, estamos sendo “coniventes” com isso tudo.

iMac montado nos Estados Unidos

Essa “introdução” toda serviu justamente para tentar entender a imagem acima, que mostra um iMac com a inscrição “Design by Apple in California. Assembled in USA.”, algo como (Projetado pela Apple na Califória. Montado nos EUA.)

O Sacramento Business Journal informou que a antiga fábrica em Elk Grove — utilizada pela Apple até 2004, quando Tim Cook mandou toda a operação para a China — vem aumentando o número de contratação num ritmo bem alto (50%) desde o ano passado. Será que isso de alguma forma está ligado à Apple?

Outra opção seria o uso da inscrição levianamente. Mas como outros iMacs trazem a inscrição “Assembled in China” (“Montado na China”), é difícil acreditar em erro ou algo parecido. A Apple não costuma compartilhar esse tipo de plano — aliás, nenhum outro — com o público, então fica difícil para nós entendermos exatamente o que está acontecendo. Só nos resta seguir essas pistas e juntar as peças, para montar o quebra-cabeça.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários