Trader poderá pegar 20 anos de prisão depois de transação ilegal envolvendo mais de 1,6 milhão de ações da Apple

Dinheiro com o logo da Apple em cima

David Miller, trader da Rochdale Securities, foi preso acusado de comprar ilegalmente US$1 bilhão em ações da Apple (1.625.000 papéis) para um cliente no dia em que a companhia apresentou seu resultado financeiro do último trimestre.

Dinheiro com o logo da Apple em cima

O problema é que o tal cliente teria pedido “apenas” 1.650 ações, mas, de acordo com a Bloomberg, a ideia de Miller era vender rapidamente as ações assim que elas subissem, deixar o dinheiro da empresa utilizado para a compra, pagar o lucro das 1.625 ao cliente e embolsar os ganhos das outras ações. Mas, como sabemos, a NASDAQ:AAPL despencou depois do anúncio em 25 de outubro e os planos de Miller foram por água abaixo.

Por causa da transação ilegal, Miller poderá pegar até 20 anos de prisão. Em sua defesa, o trader disse que a intenção era comprar mesmo as 1.625 ações, mas que um erro acabou colocando alguns zeros a mais na compra. O resultado foi um prejuízo de US$5 milhões para a companhia, que agora procura se salvar captando dinheiro externo ou até mesmo uma fusão com outra corretora.

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários