↪ Dica de leitura: a história de como a Apple chegou ao nome “Safari” para o seu navegador

Ícone do Safari cortado

Ícone do Safari cortado

Don Melton, ex-engenheiro e programador da Apple, em seu blog:

Até a hora em que eu cheguei ao meu escritório, eu já gostava do nome. Realmente gostava. Eu estava convencido. Eu conseguia imaginar ver “Safari” no Dock do Mac OS X. Eu tinha que contar logo à equipe e, se necessário, convencê-los a gostar também. Felizmente, e graças a deles, não foi preciso muito convencimento.

Este, claro, é só o finalzinho da história. Acreditem se quiser, mas, se dependesse de Steve Jobs, o navegador da Apple poderia ter se chamado “Freedom” (em inglês, “Liberdade” — seria até uma indireta à Microsoft). Outras opções e codinomes utilizados incluíram também “Alexander” e “iBrowse”. Acho que todos concordam que “Safari” supera todos esses. Com folga. [9to5Mac]

Posts relacionados