EON Corp. processa Apple por violação de patentes; empresa terá que fornecer informações de vendas para a VirnetX

Martelo de juiz

Uma empresa do Texas com o nome de EON Corp. IP Holdings, que recentemente processou a ASUS e a LG Electronics por violação de patentes, resolveu acusar também a Apple.

Publicidade

A EON alega que a Maçã infringe as patentes de número 5.663.757, 5.481.546, 5.592.491 e 5.388.101, as quais cobrem sistemas/controles para assistir a vídeos e modem sem fio. Os supostos produtos infratores são: iTunes, App Store, Apple TV, iPods touch iPhones (3G, 3GS, 4, 4S e 5), iPads, além dos AirPorts Extreme e Express. O processo foi aberto no Texas e ainda não tem um juiz responsável — a EON busca compensações financeiras e um julgamento com a presença de um júri.

Numa nota relacionada, a Apple foi condenada a fornecer dados atualizados de vendas no caso envolvendo a VirnetX – a Maçã foi considerada culpada e terá que pagar US$368 milhões à empresa. Na pós-audiência que aconteceu ontem no Tribunal do Texas, a firma de Cupertino recebeu a solicitação para apresentar informações financeiras de vários produtos, bote nesse bolo até mesmo o iPhone 5, que nem faz parte do processo — a VirnetX abriu outro processo para incluir esses produtos recém-lançados.

Publicidade

A Apple tem até o dia 15 de janeiro para apresentar os documentos.

[via Patently Apple, Electronista]

Posts relacionados