Dica de leitor: a melhor forma que encontrei para deixar as músicas do meu iPhone sempre sincronizadas com o iTunes

Ícone do iTunes

por Rodrigo Masset

Ícone do iTunesDepois de muito pesquisar e após várias tentativas e erros, descobri que a melhor (e única) maneira de ficar com as músicas organizadas no computador (iTunes) e no iPhone (sempre que eu mencionar iPhone no texto, considere também iPads e iPods touch) é fazer isso via “listas” de músicas. Tenho várias playlists no iTunes que sincronizo com meu iPhone: “Pop”, “Rock”, “Festa”, “Churrasco”, “Festa em Casa”, “Best”, etc. — sendo que uma delas se chama “Todas”.

Nesta lista (“Todas”), seleciono todas as músicas que eu quero ter no meu iPhone (incluindo artistas, álbuns ou músicas soltas) e jogo nela. No iTunes, basta ir selecionando que quiser na sua biblioteca e arrastando para ela — ou clicando com o botão direito do mouse sobre a seleção e mandando adicionar à lista que você quiser.

Duas dicas importantes, até aqui: 1. sugiro ir fazendo múltiplas seleções e adicionando suas músicas à lista aos poucos, para evitar clicar em algo errado e perder toda a seleção; e 2. quando estiver com o seu iPhone conectado, vá até a aba de Músicas dentro dele e deixe todas as opções de sincronização desmarcadas, selecionando portanto apenas a(s) lista(s) que quiser.

Fazendo desta maneira, você pode sincronizar corretamente com o iTunes e de quebra ter o backup da lista de músicas no seu iPhone. Sim, porque se optar por gerenciar tudo isso manualmente no aparelho, caso você o troque terá que recriar toda a sua biblioteca musical que fica nele. Ou seja, para quem tem muitas é um verdadeiro caos.

Agora vem a coisa boa: com as listas, você pode apagar músicas tanto do seu iPhone (lembrando de não apagar a música em si, e sim o item dentro da lista) quanto do iTunes (apagando da lista ou deletando a música), com a certeza de que ambos ficarão sempre sincronizados. Isso, para mim, é absurdamente valioso.

Lembre de deixar desmarcado também (default) o “Gerenciar músicas e vídeos manualmente”, afinal, com ele marcado o que você faz no seu iPhone — tipo deletar músicas — permanece, mesmo com a sincronização. Pior: depois de um tempo fica simplesmente impossível sincronizar suas músicas com o Mac ou PC.

Uma dica extra que dou aqui é que, caso você tenha uma conta em Dropboxes e SkyDrives da vida com espaço suficiente, aponte a sua biblioteca local do iTunes para a pasta de sincronização desses serviços na nuvem. Assim, você terá toda ela também salva na nuvem e acessível de qualquer lugar — inclusive dos seus iGadgets, usando os aplicativos oficiais disponíveis na App Store.

Espero ter ajudado alguns por aí, pois quebrei muito a cabeça e fiz muitos testes para chegar a esta solução. 😉

Posts relacionados

Comentários