O que você tem no seu Dock do OS X? Conheça o meu! ;-)

Ícone - Dock do OS X

Há um ano exato, o Halex Pereira me substituiu fazendo um devaneio sobre os programas que estavam em seu Dock do OS X — algo que eu não faço desde setembro de 2010.

Mas será que muita coisa mudou, de lá pra cá?

Meu Dock do OS X - Rafael Fischmann

Clique para ampliar.

Acima, o meu Dock como está atualmente. Vocês logo irão observar que vários dos softwares nele presentes já estavam entre os que eu usava há mais de dois anos.

Na ordem:

  • Finder: a base do sistema, seu gerenciador de arquivos.
  • Launchpad: eu me pego muito mais usando o Spotlight para abrir aplicativos que não utilizo com tanta frequência (afinal, os de uso diário estão todos aí, no Dock), mas também gosto de deixá-lo sempre a mão. É bonitinho.
  • Google Chrome: meu navegador padrão, desde o último post.
  • Safari: permanece sempre a mão para algumas coisas, como tirar screenshots para o MacMagazine ou acessar o meu banco, o qual requer Java.
  • Mail: não utilizo muito, já que quase todas as minhas contas de email ficam centralizadas no Gmail — o qual acesso pelo Chrome. Mas deixo o Mail como preferido para uso com o iCloud.
  • Contatos: toda a minha agenda está aqui, sincronizada com os iGadgets.
  • Mensagens: ainda está longe da perfeição, na minha opinião, mas a integração com a rede iMessage do iOS praticamente me “obriga” a utilizá-lo. Não fosse isso, talvez eu ainda estivesse no Adium (o patinho verde).
  • Tweetbot: meu cliente de Twitter preferido, em todas as plataformas.
  • FaceTime: também utilizo com bastante frequência.
  • Skype: antes ficava no Dock só para eventualidades, mas hoje inclusive fica aberto boa parte do dia por aqui — principalmente depois que foi integrado à rede da Microsoft. É também por ele que gravamos o nosso podcast.
  • Lembretes: simples e prático, uso bastante.
  • Notas: mais um ótimo pela sincronização com os iGadgets.
  • iTunes: dispensa apresentações. 😉
  • QuickTime: gosto de deixar sempre a mão, para quando quero/preciso arrastar um arquivo de vídeo diretamente para o ícone dele.
  • VLC: indispensável, reproduz praticamente tudo o que você possa imaginar.
  • Adobe Photoshop: já experimentei o Pixelmator, mas o poder do Photoshop ainda me agrada mais que ele. Ainda assim, acho que o concorrente está avançando mais rapidamente do que a Adobe imagina.
  • Photoshop Lightroom: há alguns meses abandonei o Aperture (da Apple) em prol dele, para o gerenciamento das minhas fotos. Achei mais leve/rápido, gostei da interface e a integração mais forte com o Photoshop é outro ponto positivo.
  • Pré-Visualização: para abrir imagens, ícones, PDFs, etc.
  • Coda: ótimo editor de códigos.
  • Editor de Texto: para edição rápida de textos.
  • Pastor: embora utilize o 1Password e adore a integração dele com os browsers, é no Pastor que de fato armazeno e cadastro manualmente todas as minhas senhas e afins. Ele é bem simples e direto, mas me agrada bastante.
  • Transmit: famoso cliente de FTP.
  • GitHub: utilizo para conferir mudanças recentes feitas em códigos do MacMagazine e também para enviar novas versões do site para o nosso servidor.
  • App Store: loja de aplicativos e jogos da Apple.
  • Preferências do Sistema: tudo sobre o sistema.

E o de vocês, como é? 😉

Posts relacionados

Comentários