Remuneração anual de Tim Cook ficou abaixo de US$4,2 milhões em 2012

Remuneração anual de alguns executivos da Apple

Em preparação para a conferência anual com os investidores da Apple, que irá acontecer no dia 27 de fevereiro, a empresa enviou um relatório à Securities and Exchange Commission (Comissão de Títulos e Câmbio) dos Estados Unidos.

Segundo o documento, a remuneração anual de Tim Cook ficou abaixo de US$4,2 milhões, um número considerado baixo comparado com a média de outros executivos. Mas existe uma explicação: no ano passado, quando assumiu o carga de CEO da companhia, o executivo ganhou 1 milhão de ações [NASDAQ:AAPL] como bônus (equivalentes a US$513 milhões no valor atual dos papéis). Vale notar que metade destas ações só poderão ser resgatadas em agosto de 2016 e o resto em agosto de 2021.

Remuneração anual de alguns executivos da Apple

Em 2010, a remuneração anual de Cook atingiu cerca de US$59,1 milhões; em 2011, US$378 milhões (valor total de suas ações restritas quando as ganhou, de seu salário e de mais alguns bônus somados). Apesar de ter recebido menos neste ano, o salário do CEO aumentou de US$900 mil para quase US$1,4 milhão.

Peter Oppenheimer (vice-presidente sênior e diretor financeiro), Robert Mansfield (vice-presidente sênior de tecnologias), Bruce Sewell (vice-presidente sênior e conselheiro geral e secretário) e Jeffrey Williams (vice-presidente sênior de operações) receberam US$805,4 mil de salário anual cada. Contando com os bônus de ações e outros, eles receberam em média US$72,9 milhões cada.

Cada um deles — menos Cook — recebeu 150 mil ações (~US$77 milhões) que poderão ser resgatadas completamente caso continuem na empresa até março de 2016. A primeira metade desse montante poderá ser coletada já em junho de 2013.

Os relatórios também apontam que o salário anual desses executivos subirá para US$875 mil em 2013, para “reconhecer a responsabilidade adicional” atribuída a eles e também para manter a igualdade interna.

[via TNW]

Posts relacionados

Comentários