Juíza nega pedido e Samsung terá que revelar números de vendas de smartphones; ITC adia decisão para fevereiro

Lucy Koh

De acordo com a Bloomberg, a Samsung não conseguiu manter os dados de vendas de alguns de seus produtos em sigilo. A juíza Lucy Koh, responsável pelo famoso caso americano entre as empresas, negou ontem (dia 1º) o pedido da Samsung de manter os números de vendas em segredo. De acordo com ela, a empresa sul-coreana deve apresentar os números totais de unidades de alguns produtos vendidos durante determinados períodos.

Lucy Koh

Lucy Koh discursando no Conselho de Coreano-Americanos (Council of Korean Americans).

Em outra ordem, Koh concedeu o pedido da Samsung para atrasar a publicação de uma parte de um documento que mostra o lucro operacional de dois aparelhos da empresa os quais a Samsung está apelando. A juíza também negou a maioria dos pedidos para manter outros documentos (tanto da Apple quanto da Samsung) em sigilo, alegando que não há uma boa razão para que isso seja feito.

Numa nota relacionada, a Comissão Internacional de Comércio (International Trade Commission, ou ITC) adiou a decisão final sobre uma investigação contra a Apple solicitada pela Samsung. Antes agendada para 14 de janeiro, ela só sairá agora em 6 de fevereiro.

[via TechCrunch, Electronista]

Posts relacionados

Comentários