Larry Page questiona estratégia de “guerra termonuclear” da Apple contra o Android

Larry Page

Larry Page resolveu soltar o verbo. Em abril passado o CEO do Google foi entrevistado pela Bloomberg; em dezembro de 2012, pela FORTUNE; e agora, em janeiro, pela Wired.com.

Publicidade

Larry Page

Page falou de tudo um pouco — incluindo a concorrência e a relação com a Apple, é claro. Mas ao ser questionado sobre o comportamento de Steve Jobs ao dizer que iria até as últimas por causa da cópia do Android, Page deu uma boa cutucada na Maçã:

Wired: Steve Jobs se sentiu competitivo o suficiente para afirmar que ele estava disposto a “entrar numa guerra termonuclear” por causa do Android.

Larry Page: Quão bem isso está funcionando [para a Apple]?

Se está funcionando bem, eu não sei. Mas sem dúvida nenhuma, está melhor para a Apple do que para muitas outras concorrentes (como Motorola, HTC, Samsung, entre outras). É óbvio que essa guerra não é boa para ninguém e que muita, mas muita coisa precisa mudar no sistema de patentes americano e mundial. Mas não é por isso que uma companhia (nesse caso, Apple) tem que cruzar os braços e deixar que outras copiem seus produtos.

Publicidade

No começo, os aparelhos da Samsung eram cópias, sim, do iPhone. Não só os aparelhos como embalagens, acessórios e tudo mais. Vale notar que a Samsung é a única, eu disse *única* fabricante de aparelhos Android que está conseguindo ganhar dinheiro no mercado. O resto está sofrendo para conseguir aumentar um ponto percentual de market share e penando para apresentar resultados positivos trimestre após trimestre.

Mas veja bem: não é o Android que está dando certo, é a Samsung. Se a sul-coreana resolver adotar um sistema operacional próprio — existem rumores sobre isso —, o Google (Android) vai sofrer muito com isso, não tenho dúvidas!

E outra, o próprio Android, no começo, parecia muito mais um com o BlackBerry OS. Aí, depois do lançamento do iPhone, tudo de repente mudou. Não deve ser fácil para uma empresa ver assistir isso tudo e simplesmente fingir que não está vendo. Por isso eu digo: a Apple fez o que tinha que fazer.

Publicidade

Hoje, felizmente, a coisa está evoluindo bastante ao ponto de os novos aparelhos da Samsung, por exemplo, não terem mais nenhuma semelhança com os da Apple. Além disso, o sistema operacional móvel do Google também está tomando outro caminho e se afastando mais do iOS — o que ajuda e tira o peso da guerra. Mas isso não apaga as coisas que ambas fizeram lá atrás.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados