Twitter lança Vine, um app para iPhones/iPods touch focado em compartilhamento de vídeos rápidos

Ícone - Vine

Meses depois de adquirir a Vine Labs, o Twitter lançou hoje, na App Store, um aplicativo gratuito com o nome da companhia destinado ao compartilhamento de vídeos rápidos por iPhones/iPods touch.

Curiosamente, os vídeos criados nele pode ser enviados não só para o Twitter, mas também para o Facebook.

Ícone - Vine

Ao abrir o Vine pela primeira vez, você tem a opção de usar a sua conta de Twitter cadastrada no iOS para se logar, ou então um endereço de email convencional.

Vine no iPhone

Em nossos testes, usamos a própria conta do MacMagazine no Twitter para nos cadastrarmos no Vine. Ele manteve o nosso login e inclusive já puxou a nossa imagem de avatar.

Vine no iPhoneVine no iPhoneVine no iPhone

A página inicial do app lembra muito a do Instagram. Você tem uma linha de tempo (timeline) de posts, organizada em ordem inversamente cronológica — isto é, os mais novos ficam no topo. Tocando no menu, no botão do canto superior esquerdo da interface, também há uma área Explorar (Explore) mais uma vez muito semelhante à do Instagram, onde você pode fazer buscas por pessoas e tags, bem como conferir o que há de mais popular no serviço.

Vine no iPhoneVine no iPhone

Na área Encontrar Pessoas (Find People), você pode fazer buscas por palavras-chave, convidar amigos por mensagens ou email, bem como encontrar usuários já existentes no Vine pela sua lista de contatos, por quem você segue no Twitter e/ou pelos seus amigos do Facebook.

Vine no iPhone

Mas vamos ao que interessa: os GIFs vídeos!

Confira a seguir, um de exemplo que criamos para este post:

 

Não se assuste com a curta duração dele: o Vine tem mesmo uma limitação de 6 segundos por vídeo (talvez o equivalente, em imagens movimentadas, aos 140 caracteres do Twitter), mas dentro disso você pode fazer vários takes diferentes até chegar a um resultado final — muitas vezes inusitado ou bem criativo, já que eles rodam em loop. Observe que é possível também ativar/desativar o áudio original.

Para gravar o vídeo, você só precisa tocar no ícone de câmera, no canto superior direito da interface do Vine, e então começar a gravar. Em vez de apertar um botão e esperar os 6 segundos terminarem, você grava tocando na tela e segurando o dedo. Assim, pode parar quando quiser (não é obrigatório usar os 6 segundos), mudar de posição, tocar de novo e ir parando quantas vezes quiser dentro dos tais 6 segundos.

Vine no iPhoneVine no iPhone

Ao finalizar sua gravação, você pode visualizá-la e então seguir para a tela de publicação — de novo, bem Instagram-like. No topo você escreve a sua mensagem, pode adicionar uma localização geográfica ao post e escolher onde o vídeo será compartilhado: Vine, Twitter e/ou Facebook.

Vine no iPhone

Outros usuários do Vine podem, é claro, curtir e comentar em suas fotos — tanto quanto você nas deles.

Para quem está cansado deles, a boa notícia é que, ao menos nesta sua primeira versão, o Vine *não* oferece nenhum tipo de filtro para os seus vídeos. Yay! 😛 Por outro lado, o Twitter resolveu seguir a ideia de imagens sempre quadradas, e não há como fugir disso.

O Vine não tem limitação de uploads (só os 6 segundos por vídeo) e, como dissemos, é totalmente gratuito. Ele roda em iPhones (desde o 3GS) e iPods touch, requer o iOS 5.0 ou superior e pesa 5,7MB na App Store. Futuramente, ele também deverá se expandir para outras plataformas.

Posts relacionados