A vida através de um iPhone #6

Foto - A vida através de um iPhone

Huuuuum… It’s time for some food photography!

Publicidade

Hoje vamos falar de um tópico muito atual e gostoso, que é a fotografia de alimentos. Digo “atual” pois, com o boom do Instagram e de outras redes sociais, virou mais que comum você olhar para uma mesa do seu lado no restaurante e ver as pessoas tirando fotos de seus pratos. Um fato interessante é que alguns restaurantes de Nova York estão proibindo seus clientes de tirarem fotos dos próprios pratos. Estranho, não? Mas enfim, enquanto as fotos ainda são liberadas aqui no Brasil, vamos falar um pouco sobre o assunto.

Não é só possível se fotografar alimentos nos restaurantes. Claro que a boa apresentação dos pratos pelos chefs ajuda muito. Mas você pode recriar estas apresentações em casa, também. No meu caso, não faço os pratos exclusivamente para se fotografar. Ou seja, não trabalho com isso profissionalmente. Apenas faço um clique quando vejo que algum prato vai sair legal. No máximo, rola uma caprichada na montagem dele para ficar bem na foto! rs… Mas no final, as fotos vão ser um reflexo do que eu como — e isso também é divertido. Não tem aquele ditado “me diga o que comes que direi quem és”? Ou não é assim? Hehe…

Vamos começar com, surpreendentemente, um dos temas culinários mais explorados por aí. O ovo. Engraçado isso, muita gente tem essa tara por postar fotos de ovo. Achei que eu era o único, mas quando fui procurar, é bem comum. E, como o tema tal, resolvi explorar um pouco, brincar com a coisa. Como vocês podem ver nas fotos abaixo, cada uma é bem diferente da outra. Busquei variar tanto no ângulo quanto na concepção das fotos. Achei que o resultado ficou bem diversificado. A graça é essa, ir buscando novidades em suas fotos. O comum é sempre ter um ângulo padrão, que instintivamente você vai repetindo. A grande jogada é perceber isso e ir modificando, tentando coisas novas. E estas fotos, de coisas tão simples como os ovos, prova que não é preciso um prato montado por um renomado chef para se conseguir uma foto bacana.

Publicidade

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Publicidade

Mas não que uma boa montagem de prato não tenha seu valor. Mostro abaixo quatro saladas, a primeira montada por um chef e as outras por mim. Não precisa ser nada muito extravagante, basta colocar as coisas de uma maneira harmoniosa no prato. A segunda, vocês vêm que simplesmente fui empilhando as folhas, cenouras, tomates e frutas, mas, no final, deu uma cor legal. Para os aficionados de comida, vou passar os lugares onde comi as que não foram tiradas em casa. Esse primeiro prato, a salada de pêra e nozes com o salmão, é da Cantinetta, na praia de Cambury, Litoral Norte de São Paulo.

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Publicidade

Agora é uma rapidinha sobre o alho. Só para se mostrar as diferentes formas de se fotografar o mesmo assunto. A primeira, apenas um dente; a segunda, as cabeças inteiras com alecrim, depois de saírem do forno.

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Aqui, alguns close-ups de diversos alimentos e pratos. É legal tirar o prato do contexto, apenas mostrar de perto o alimento. Muitas vezes dá um efeito inusitado. Todos esses aí, com exceção da crostata de brie e mel com nozes, são produções caseiras. A banana frita é do próprio jardim daqui de casa! A crostata é da recém-aberta franquia de padarias Le Pain Quotidien, aqui em São Paulo.

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Camarões e frutos do mar. Tem coisa melhor? Pra mim, não. Para começar temos uma plancha de frutos do mar, do restaurante Manacá, em Cambury, e depois alguns mexilhões à espera de sua cocção, em casa mesmo.

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Quando o assunto é camarão, mostro desde o começo da confecção do prato, com a preparação do alho, passo por ele marinando no molho e pelo processo de fritura. Claro que, neste caso, um toque de produção é bacana. Tirar algumas sujeirinhas da foto, arrumar a comida de uma forma harmoniosa e um bom enquadramento. Mas o importante aqui é o bom senso visual. A foto tem que ficar apetitosa.

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

Foto - A vida através de um iPhoneFoto - A vida através de um iPhone

E vocês não acharam que eu ia deixar vocês sem a foto do prato final, acharam? Seria muita maldade. Aí vai:

Foto - A vida através de um iPhone

Fiquem ligados que em breve teremos mais sobre fotografia de comida aqui. Para quem quiser acompanhar minha aventuras gastronômicas, fica o meu Instagram [@joaojunqueira]. Até mais! 😉

Posts relacionados