Mais um: bug no iOS 6.1 permite burlar restrição de alteração de conta

Ícone/logo do iOS 6

Ícone/logo do iOS 6A cada atualização de sistemas, é natural que, além de trazer novidades e correções de problemas, ela traga também alguns novos bugs. Uns grandes, capazes de fazer a Apple acelerar o processo de atualização; outros nem tanto, que quase passam despercebidos.

Nesta semana, relatamos problemas que o update 6.1 trouxe — um grave, que fez a Apple correr para liberar o iOS 6.1.1 exclusivamente destinado a iPhones 4S. Logo depois, após muitas reclamações de diversos usuários pelo mundo, a Apple anunciou que corrigirá o segundo bug numa futura atualização de software, este relacionado ao Microsoft Exchange. Pouco mais tarde, o terceiro(!) bug foi identificado — este sim causando uma verdadeira polêmica, já que permite a um mal intencionado ter acesso à agenda do aparelho, mesmo com a tela bloqueada com senha. A Apple também já se manifestou e afirmou que, assim como os outros, resolverá tudo numa futura atualização do iOS.

Para os que achavam que os bugs no sistema eram muitos para apenas uma semana, uma péssima notícia: hackers encontraram mais um na manhã de hoje. Uma maneira simples para burlar as definições de restrições, como mostra o vídeo abaixo.

Uma das novidades do iOS 6 foi a possibilidade de bloquear a troca de Apple ID nas lojas (iBookstore/iTunes Store/App Store). Ativado nas Restrições (Ajustes » Geral), a conta cadastrada é esmaecida, se tornando impossível fazer logout.

Ou não, como podemos ver no vídeo acima e nas imagens abaixo.

Restrições - Apple IDRestrições - Apple ID

O bloqueio à conta só acorre em Ajustes » iTunes Store e App Store, todavia é possível fazer logout dentro das lojas, o que não deixa de ser uma brecha para burlar a restrição. A única solução temporária é desligar o “Instalar Apps” dentro de Restrições, o que resolve em partes o problema.

Com tantos bugs sendo trazidos a público, não seria surpresa se a Apple liberasse uma atualização na próxima semana a fim de corrigir todos eles de uma vez só.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários