Apple é processada devido a falhas em alguns displays de MacBooks Pro com tela Retina

Miniatura de MacBook Pro com tela Retina

A Apple acabou de soltar uma atualização que corrige alguns problemas dos MacBooks Pro com tela Retina, mas um deles continua incomodando certos usuários: burn-in. O nome é dado para o efeito que aparece quando uma imagem é mostrada por muito tempo numa tela, deixando assim uma marca. Os televisões de plasma — e alguns de LCD —, por exemplo, sofreram bastante com isso. E, conforme já falamos aqui no MacMagazine, alguns MBPs com tela Retina equipados com displays da LG também enfrentam o problema — aparentemente alguns da Samsung apresentam a falha, mas em bem menos quantidade que os da LG.

Publicidade

O vídeo abaixo mostra bem o problema:

De acordo com o Law360, Beau Hodges ficou bastante chateado com isso e foi além, abrindo uma ação coletiva contra a Apple na Califórnia. Ele alega que consumidores não têm como saber, no momento da compra, quais MacBooks Pro utilizam displays da LG. Hodges busca danos não especificados para todos que compraram esses MacBooks Pro.

Publicidade

Diferentemente do problema com as ventoninhas, esse não dá para ser consertado por uma simples atualização de software. Se você tem um MacBook Pro com apresentando essa falha, o jeito é procurar uma assistência e tentar trocar a tela — de preferência enquanto a máquina ainda estiver na garantia! 😉

[via 9to5Mac]

Posts relacionados