Tim Cook propõe e conselho de administração muda formato de remuneração bônus para executivos da Apple

Dinheiro da Apple

Em 2011, Tim Cook recebeu 1.000.000 de ações da Apple por ter se tornado o CEO da empresa. No plano original, as ações poderiam ser resgatadas em 2016 e 2021 (500.000 em cada ano). Agora, porém, isso mudou.

Dinheiro da Apple

Conforme relatório enviado à SEC (Securities and Exchange Commission, a CVM dos Estados Unidos), o próprio CEO da Apple pediu que essa distribuição fosse modificada para um critério chamado RSU (restricted stock unit), que no Brasil é conhecido como opções (stock options). Resumindo, são ações que só serão entregues nos períodos determinados se a empresa atingir condições previamente acordadas.

Cook pediu que fosse esse o critério adotado a partir de agora para todos os pagamentos baseados em ações e se candidatou como primeiro empregado a receber dentro do novo regime. Ele alterou o recebimento de 2011, correndo o risco de perder uma boa parte do que estava estabelecido. Esse regime, quando adotado, sempre tem um lado bom e um ruim para o trabalhador, mas neste caso em específico, não houve nenhum pedido formal por parte do CEO da Apple.

Ele não receberá uma ação a mais do que já estava estabelecido — pelo contrário, poderá perder muitas! Como Cook foi muito “bonzinho”, o conselho de administração da Apple resolveu antecipar o pagamento das ações. 😛

O pacote atual prevê um pagamento de 100.000 RSU em 2016 e outros 100.000 em 2021. Os 800.000 restantes serão distribuídos em 10 lotes iguais ao longo de 10 anos. Esses 10 lotes só serão entregues se a Apple estiver entre as principais empresas do índice financeiro S&P 500. Se ela estiver no terço superior do índice, Cook recebe 100% das ações; se estiver no segundo, 75%; e no terceiro, 50%.

Como resultado das mudanças, Cook receberá pelo menos 672.877 partes de ações da Apple até o final do prêmio em 2021, com a possibilidade de 1.000.000 ações totais se a Apple continuar a superar seus pares.

Na continuação do formulário, a Apple apresentou informações sobre outros executivos e as movimentações das ações pertencentes a eles:

  • Phil Schiller: recebeu 75.000 novas ações comuns. Vendeu metade de seu total de ações ordinárias (37.878) por US$430 cada (cerca de US$20 a mais do que o preço atual da ação) para um pagamento total de aproximadamente US$16,3 milhões.
  • Peter Oppenheimer: recebeu 75.000 novas ações comuns. Vendeu 37.828 a US$413,50 cada (aproximadamente o atual preço da AAPL) para um pagamento total de aproximadamente US$15,6 milhões.
  • Bob Mansfield: recebeu 28.414 novas ações comuns. Vendeu 14.465 a US$413,50 cada, gerando um pagamento total de aproximadamente US$6 milhões.
  • Jeff Williams: recebeu 75.000 novas ações comuns. Vendeu 38.181 a US$413,50 cada para um pagamento total de aproximadamente US$15,8 milhões.
  • Bruce Sewell: recebeu 75.000 novas ações comuns. Vendeu 37.828 a US$413,50 cada para um pagamento total de aproximadamente US$15,6 milhões.
  • Tim Cook: Recebeu 80.000 novas ações comuns. Vendeu 41.391 por US$413,50 cada, o que gerou um montante total de aproximadamente US$17,1 milhões.

Essa é a Apple tentando melhorar sua imagem para acionistas e para o governo dos Estados Unidos.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários