Pasme: Apple é processada por permitir que pessoas acessem sites pornô através de Macs e iGadgets!

Pornografia (Mac)

Por ser a maior empresa do mundo, a Apple está nos holofotes e isso não é nenhuma novidade. Mas tem gente que abusa dessa situação e tenta de todas as formas arrancar um pouco da grana que a empresa tem no banco (atualmente, são mais de US$145 bilhões)!

Publicidade

O caso de hoje é hilário. Sério! Chris Sevier, um advogado de Nashville (Tennessee, nos Estados Unidos), tinha uma vida muito feliz. Ele adorava a Apple e seus produtos — inclusive acredita que a empresa é “uma das mais preocupadas com o bem estar de crianças sem deixar de promover valores americanos”.

O problema todo começou quando Sevier foi acessar a rede social do Marquinho mas, em vez de escrever facebook.com, os dedos embaralharam um pouco e acabou saindo f***book.com. Desse dia em diante, amigo, a vida dele mudou completamente!

Pornografia (Mac)

Segundo Sevier, este “apelo para sua sensibilidade biológica como homem o levou a um vício indesejado com consequências adversas”. Isso mesmo, Sevier ficou viciado em pornografia. E como sua esposa já não estava mais na flor da idade, a pornografia se tornou uma concorrência baixa, afinal, não tem como comparar mulheres lindas, nuas, com seus 20 e poucos anos, com sua companheira de vida, não é mesmo? Que mundo injusto, esse!

Publicidade

Aí não teve jeito e uma coisa levou à outra: infeliz quando voltava à vida real, Sevier acabou se separando e teve muitos problemas emocionais por conta disso, chegando até mesmo a ser hospitalizado. Mas o pior mesmo ainda estava por vir: depois de um tempo, ele não sabia mais diferenciar pornografia online de, digamos, relações tangíveis, tamanha era a facilidade de se acessar esse conteúdo nocivo e ingrato pelos computadores e dispositivos da Apple.

Então, ele concluiu: a culpa é da Maçã! Afinal, os empregados da Apple sabem do poder que a pornografia exerce sobre um homem cheio de testosterona no corpo e deveriam colocar algum tipo de filtro para que o primeiro acesso despretensioso nunca acontecesse. Com essa ideia mágica na cabeça, ele resolveu processar a empresa comandada pelo tarado do Tim Cook.

Publicidade

Confesso que a minha sexta-feira ficou mais divertida depois conhecer essa história. 😛 É cada uma que aparece…

[via CNET News]

Posts relacionados