De novo: acidente envolvendo iPhone e carregador “falsificado” deixa homem em coma na China

iPhone 4 deitado de lado

Ontem (18/9) mostramos que a morte de uma chinesa decorrente de um acidente com um iPhone 4 que estava recarregando foi causada por um carregador de outra fabricante. Eis que agora mais um caso surgiu, também na China.

iPhone 4 deitado de lado

Segundo o G1, o caso foi o mesmo (a pessoa foi eletrocutada ao tocar em seu iPhone 4 enquanto ele estava carregando). Wu Jiantong está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital de Pequim e, após uma semana de tratamento, está respirando sem o auxílio de aparelhos — mas segue em coma e sem atividade cerebral aparente.

A irmã dele explicou o caso: “Estava de costas e, de repente, ouvi ele gritar. Quando me virei, ele já estava no chão se contorcendo.” Ela disse ainda que, ao retirar o carregador da tomada, sentiu dor nas mãos e notou como a eletricidade circulou dos dedos das mãos até os pés.

Mais uma vez foi descoberto que o carregador envolvido no acidente era falsificado. Assim, é praticamente certo de que ele foi responsável pela descarga elétrica. Ainda segundo alguns parentes de Wu, a forte chuva que caiu durante a tarde no dia do acidente e o alto índice umidade do ar podem ter comprometido os sistemas de isolamento.

O recado está dando, certo? Nada de carregadores xing-ling, pessoal! Por essas e outras que a Apple tem mais é que fechar o cerco de empresas as quais não participam do programa Made for iPod/iPhone/iPad (MFi).

[dica do Guilherme Barros]

Posts relacionados

Comentários