Apple estaria testando um novo algoritmo para montar os rankings da App Store

Ícone - App Store

De acordo com a Fiksu, a Apple está implementando algumas mudanças (positivas, ao meu ver) nos rankings da App Store.

Ícone - App Store

No passado, o que contava para um aplicativo aparecer no “Top Apps Pagos”/”Top Apps Grátis” era tanto o volume quanto a velocidade dos downloads. Ou seja, se um app era baixando muitas vezes num curto espaço de tempo, ele aparecia no ranking e ficava lá por pouco tempo. Para permanecer, era preciso manter esse volume por um bom tempo — até porque esses dados eram coletados pela Apple de 15 em 15 minutos, tornando o ranking praticamente um reflexo (em tempo real) do que estava sendo comprado/baixado na loja.

Hoje, porém, a coisa está mudando. A Fiksu não sabe dizer se essas alterações são definitivas, mas afirmou que a Apple adicionou um elemento muito importante nessa jogada: avaliações de usuários.

Gráfico comparativo de ranking de apps - Fiksu

Conforme podemos ver no gráfico acima, apps com avaliações de 4 estrelas ou mais receberam um impulso na classificação no fim de julho, se mantendo mais ou menos na mesma posição em agosto. Aplicativos com avaliações de 3 estrelas ou menos traçaram o caminho inverso, caindo na classificação, enquanto aplicativos entre 3 e 4 estrelas caíram levemente. Não se sabe, porém, se as avaliações mais antigas (de versões passadas do app) entram nesse novo algoritmo.

Outra mudança é que, agora, as trocas de posições de apps nos rankings estão acontecendo de 3 em 3 horas, e não mais num intervalo de 15 minutos.

Se as mudanças forem mesmo implementadas pela empresa, fica clara aqui a importância de avaliarmos sabiamente os aplicativos da loja. O que tem de gente dando 1 estrela para alguns aplicativos só porque eles ainda não são compatíveis com o iOS 7, por exemplo, é algo assustador.

Para essas pessoas, aqui vai uma informação: não sei se vocês sabem, mas o iOS 7 está em fase beta, fechada para desenvolvedores. Nenhum, absolutamente nenhum aplicativo disponível na App Store hoje tem a obrigação de ser compatível com um sistema que deverá liberado para o grande público daqui a mais ou menos um mês. Se no dia em que o iOS 7 for lançado você tentar abrir um app e ele não funcionar, aí tudo bem, você tem o direito de avaliar ele negativamente.

Obviamente, nesse caso específico, estou jogando a responsabilidade para o usuário desinformado. Mas a Apple também tem sua parcela de culpa. Ela poderia, por exemplo, descartar avaliações como essas, assim como também poderia permitir que desenvolvedores respondam questionamentos nesse espaço e que usuários editem uma avaliação mal dada — alguma informação esclarecida pelo desenvolvedor, por exemplo.

Independentemnte disso, ficaremos de olho para ver se essas mudanças serão mesmo implementadas em definitivo pela Apple e se ela beneficiará os bons desenvolvedores (acredito que sim).

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários