iFixit desmonta os novos MacBooks Pro com tela Retina de 13 e 15 polegadas

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

Mantendo a tradição de dar uma espiada nas entranhas de novos lançamentos da Apple, a firma de reparos iFixit já colocou as mãos nos novos notebooks — lançados pela Maçã na terça-feira (22/10) — e tratou de desmontá-los.

Ela já havia feito o mesmo com as gerações passadas desses modelos [13″ e 15″], por isso, traremos para cá apenas as mudanças mais significativas dessas belíssimas máquinas.

MacBook Pro com tela Retina de 13 polegadas

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

A máquina de 13 polegadas é identificada pelo modelo A1502.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Como sempre, sua carcaça é fechada com parafusos pentalobe, os quais dificultam bastante as coisas.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Ao abrir, a primeira grande mudança: em vez de duas, o novo modelo conta apenas com uma ventoinha (para resfriamento da máquina). Além disso, os cabos foram reorganizados, o SSD (solid-state drive, ou unidade de estado sólido) deslocado e a bateria passou a ocupar também o espaço do trackpad.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

O cartão AirPort permanece no mesmo lugar de antes, porém agora estamos falando de um Broadcom BCM94360CS, com suporte ao novo protocolo IEEE 802.11ac (três vezes mais rápido que o 802.11n).

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Na desmontagem da geração anterior, os SSDs eram da Samsung; dessa vez (pelo menos nesta máquina), a fabricante é a SanDisk (6 NAND Flash 05131 016G de 16GB, totalizando 128GB de capacidade de armazenamento). Além deles, temos um controlador SSD da Marvell Semiconductor (88SS9183) e DDR3L SDRAM SK Hynix (H5TQ2G63DFR).

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Como vimos acima, a bateria (de 71,8Wh; 11,34V) ocupa metade do interior da máquina e invadiu completamente o espaço antes dedicado ao trackpad. Por isso, ficou ainda mais difícil removê-la — na verdade, a mais difícil até hoje por conta da estrutura em sua volta e da grande quantidade de adesivo utilizado.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Abaixo do dissipador de calor a iFixit encontrou uma pasta térmica para melhorar a proteção. Eles contam que, como a Apple está utilizando os novos processadores “Haswell” e os gráficos Iris (ambos da Intel), estamos vendo uma grande consolidação do dissipador de calor já que CPU (central processing unit, ou unidade central de processamento) e GPU (graphics processing unit, ou unidade de processamento gráfico) estão cada vez mais próximas e compartilham espaço no dissipador de calor, contribuindo para um design mais clean e eficiente.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Aqui, a ventoinha (filha única) em detalhe.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Eis a placa lógica sendo retirada, com direito a processador Core i5 (4258U); 8 DDR3L SDRAM da Micron (D9PXV) de 4Gb (512MB), totalizando 4GB; codec de audio HD de baixa energia com dois canais da Cirrus (4208-CRZ); controlador Intel (DSL5520) para as portas Thunderbolt 2; entre outras coisas.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Felizmente, se o MagSafe (porta de alimentação) quebrar, pode ser facilmente trocado já que não está colado/acoplado a nenhuma outra peça.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

De resto, tudo igual: o controlador do trackpad continua o mesmo (Broadcom BCM5976, igual ao do iPhone 5) e a tela/vidro do display continuam sendo laminados juntos.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 13" - iFixit

O que mudou mesmo foi a nota de reparabilidade: se antes era 2/10, agora o MacBook Pro de 13″ com tela Retina recebeu a pior nota de todas, ou seja, 1/10.

Eis o vídeo completo do processo de desmontagem :

·   ·   ·

MaBook Pro com tela Retina de 15 polegdas

Agora, vamos ao irmão grande! 😛

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

Como você pode e deve imaginar, o processo de abertura é o mesmíssimo de sempre.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

O modelo de 15″ conta com duas ventoinhas, assim como a geração passada. Mas uma das boas mudanças — que chegou com o MacBook Air (lançado na WWDC 2013) — dessa nova máquina é a utilização de módulos SSDs PCIe (antes eles eram SATA).

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

Adivinhe a fabricante dos módulos! Acertou quem respondeu Samsung — pelo menos na unidade desmontada pela iFixit. No caso, estamos falando de 8 módulos de 32GB NAND Flash (K9HFGY8S5C), totalizando 256GB, DRAM (K4P4G324EB-FGC2) de 512MB e um controlador para SSDs (S4LNO53X01-8030) — tudo da sul-coreana.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

Assim como o irmão menor, o modelo de 15 polegadas conta com um cartão AirPort Broadcom BCM94360CS o qual conta com suporte ao novo protocolo IEEE 802.11ac (na banda de 5GHz sua velocidade chega a incríveis 1,3Gbps). Completam o cartão: chip Bluetooth 4.0 (BCM20702, também da Broadcom) e módulo Skyworks (SE5516) dual-band, responsável pela conectividade 802.11a/b/g/n/ac WLAN.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

Notem que as semelhanças entre os modelos de 13″ e 15″ são grandes: mais uma vez temos um único dissipador de calor para CPU e GPU. Para termos uma ideia de como o processador e os gráficos da Intel evoluíram, este MacBook Pro tem a mesmíssima bateria da antiga geração e, mesmo com mais poder de processamento, ganhamos mais uma hora para brincar com a máquina — no total são até 9 horas de uso.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

Aqui uma bela visão da placa lógica com o processador “Haswell” Core i7 quad-core de 2GHz, gráfico Iris Pro, os 8GB de RAM (16 chips Elpida J4208EFBG de 512MB DDR3 SDRAM, totalizando 8GB), o controlador Thunderbolt 2 da Intel (DSL5520), o controlador de hub (também da Intel), o codec de áudio Cirrus 4208-CRZ, entre outras coisas.

Uma má notícia: a entrada para fones de ouvido agora é soldada na placa. Se por um acaso essa coisinha quebrar, já viu… será o conserto mais caro já realizado para essa peça.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

A bateria, como sempre, é muito difícil de ser retirada por conta do excesso de adesivos.

Desmontagem do MacBook Pro Retina de 15" - iFixit

O veredito é o mesmo do modelo menor: nota 1/10 para reparabilidade.

·   ·   ·

E que venha o iPad Air, na semana que vem! 🙂

Posts relacionados