Confira como foram alguns dos eventos de lançamento dos novos iPhones aqui no Brasil

iPhone 5s com bandeira do Brasil

Depois de uma espera de alguns meses — menor que a dos lançamentos passados, é bom frisar —, os novos iPhones (5s e 5c) chegaram ao Brasil a partir de 0h01 de hoje, sexta-feira (22 de novembro).

iPhone 5s com bandeira do Brasil

Além de termos feito cobertura com a ajuda de leitores pelo Twitter, nossos colaboradores Marcelo Melo e Silvio Souza Cabral acompanharam o lançamento dos aparelhos em Brasília e em São Paulo, respectivamente. Abaixo, você confere como foi essa experiência.

Marcelo Melo

AutorEu acompanhei o lançamento em duas lojas do Distrito Federal. O que vi foi um certo amadorismo e, sobretudo, falta de atenção com clientes.

Infelizmente, como de praxe, as operadoras não informaram previamente — como a Apple faz em outros países — os valores dos aparelhos atrelados aos seus respectivos planos. Continuo não entendendo o porquê de não apresentar esses valores antes. Talvez seja vergonha de cobrar o que é cobrado ou simplesmente algum problema com a própria Apple. Logo, muitas pessoas foram para a fila sem saber o que realmente pagariam — e com uma pontinha de esperança de que, atrelado a um plano, os preços poderiam ficar mais “simpáticos”.

Esperança é a última que morre, certo? Pegando o exemplo de um amigo que encontrei numa loja da Vivo:

  • Plano de 200 minutos: R$249;
  • Valor do iPhone 5s de 32GB com desconto de fidelização + pontos de bonificação do programa de fidelidade: R$3.249.

Esse meu amigo entrou na loja, esperou o sorteio de um iPhone 5c, foi atendido e, decepcionado, se dirigiu a outra operadora. Nos primeiros 20 minutos de venda nessa loja eu não vi *nenhum* cliente saindo com uma sacola — a história era a mesma do exemplo. Para completar, poucos modelos dos aparelhos estavam disponíveis: iPhone 5s de 32GB prateado e iPhones 5c de 16GB (várias cores). o.O

Lançamento Vivo ParkShopping

No mesmo shopping, a TIM também estava vendendo os novos iPhones com o mesmos valores cobrados pela Maçã e considerados, por este que vos escreve, até razoáveis levando em consideração o valor dos iPhones na Europa (que contam com a mesma frequência de sinal 4G do Brasil). Além de parcelamento em 12 vezes para clientes, havia ainda uma promoção especial: um ano de seguro contra roubo + um ano do serviço TIMmusic + o sorteio de um iPad mini.

Sorteio iPad Mini Tim

Tudo muito bacana não? *Não*! Por volta de 1h da manhã, a última senha chamada para atendimento era a de número 13, sendo que haviam sidos distribuídas mais de 80 senhas para clientes! Nesse momento, clientes já tinham ficado esperando por mais de 3 horas na fila para comprar seus novos aparelhos e alguns eram surpreendidos ao chegar à mesa de atendimento por conta da indisponibilidade de modelos/capacidades e a impossibilidade de compra para quem já era cliente! Sim, isso mesmo que você leu: os novos iPhones só podiam ser comercializados atrelado a novas linhas!

Para fechar com chave de ouro, a fila do caixa dava voltas pela loja e, até o momento em que encerrei meus trabalhos por lá (às 2 horas da manhã), mais de 30 pessoas aguardavam para realizar o pagamento de seu aparelho.

Vários clientes foram para casa em Slo-Mo, sem seu novo iGadget. Acha que estou exagerando? Veja o que aconteceu com o Rogério de Brito, um de nossos leitores:

Pois bem, acabo de chegar do lançamento do iPhone 5s em Brasília e gostaria de relatar o acontecido na loja da Vivo do ParkShopping.

Fui um dos primeiros a chegar. Após ter ido a três lojas diferentes para descobrir onde — e se — haveria o lançamento dos novos aparelhos, por volta das 17 horas ocupei a 4ª posição na fila, que já estava formada desde as 16h30.

Por volta das 19 horas fomos informados de que só haveriam 30 unidades de iPhones 5s prateados disponíveis para venda e que aqueles que não tivessem interesse nesse modelo poderiam ir embora. Ficamos e, após dar uma volta no shopping, descobrimos que todas as outras operadoras tinham grandes estoques de todos os modelos e cores disponíveis. Inclusive na outra loja da Vivo foi informado por um empregado que havia aparelhos cinza espacial no estoque, mas que estes já tinham sido enviados à loja onde seria o lançamento.

Após confrontar essas informações com o gerente, ele explicou que a loja havia recebido mesmo somente essas 30 unidades por culpa da Apple, que não teria mandado outros modelos para eles, e que as outras informações não conferiam. Não acreditamos, mas tivemos que engolir. Todos que estavam ali queriam garantir seus aparelhos por um preço subsidiado e mais em conta, mesmo que a grande maioria quisesse o modelo cinza espacial.

Por volta das 21h30 foi passado um cadastro e informado que os preços seriam divulgados em alguns minutos. O coquetel começou às 22 horas e nenhum empregado havia organizado a fila ou informado o preço. Um boato de o valor seria de R$3.249 começou a chegar aos nossos ouvidos, mas, descrentes, continuamos na fila pois não havia nenhum pronunciamento oficial até o momento. As senhas foram distribuídas e fomos convidados a aguardar o horário do lançamento dentro da loja.

Às 23h40 foi iniciada a pré-venda. Após chegar à mesa do atendente, perto de meia-noite, finalmente foi revelado o preço do aparelho: R$2.849 no plano de 200 minutos e R$2.649 no de 400 minutos. Segundo a gerente da loja (em uma discussão posterior) esse número ainda estava errado, pois o correto seria mesmo R$3.249 no plano de 400 minutos, que custa R$309 mensais. Ou seja, um valor inacreditavelmente maior do que o preço cheio do mesmo aparelho praticado nas lojas de varejo.

Ultrajados, clientes começaram a sair protestando e se dirigiram para a loja da operadora Claro, onde uma grande parte deles optou por fazer a portabilidade e adquirir o aparelho por um preço justo (R$1.699 no iPhone 5s de 16GB e R$1.999 no iPhone 5s de 32GB).

E este é apenas um de inúmeros relatos semelhantes.

Tentei encontrar uma explicação razoável, mas só obtive algumas hipóteses:

  1. As operadoras realmente estão com uma base de clientes muito confortável e não estão se importando com as perdas para concorrentes;
  2. Não havia estoque suficiente para venda, daí o preço proibitivo na Vivo;
  3. A proposta das operadoras a cada lançamento de iPhone é promover uma dança das cadeiras entre clientes.

Poderia continuar com várias hipóteses, mas não consegui chegar a nenhuma conclusão. Claro e Oi fizeram seus lançamentos em outro shopping de Brasília, por isso não tive como acompanhar tudo de perto. Um fator curioso que observei — ao menos nas duas lojas que visitei — foi a não ocorrência de nenhuma venda de iPhone 5c; apenas modelos 5s foram vendidos.

E você, conseguiu comprar um iPhone novo? Qual modelo? Deixe suas opiniões e comentários abaixo!

·   ·   ·

Silvio Sousa Cabral

AutorConforme esperado, nesta quinta-feira a Vivo realizou o seu evento de lançamento dos novos iPhones no Brasil, com direito a um coquetel para um número seleto de jornalistas na sua loja localizada dentro do Shopping Morumbi, na Zona Sul de São Paulo. Para o público geral, as vendas tiveram início na madrugada de sexta-feira, a partir de 0h01.

Eu acompanhei o lançamento na operadora junto do Michel Duarte Corrêa e tivemos a oportunidade de cotar os preços dos lançamentos para os nossos planos antes dos demais clientes, que compareceram à loja em quantidade modesta.

Lançamento dos iPhones 5s e 5c em loja da Vivo

O horário e o clima chuvoso da noite acabaram impedindo que uma grande quantidade de usuários formasse fila para adquirir um dos novos modelos na loja. Mesmo assim, o espaço pequeno dela já fora tomado rapidamente pela imprensa antes do início das vendas. Algumas celebridades da música e da TV brasileira também estavam presentes no coquetel dedicado à imprensa. Entre eles estavam os cantores Paulo Ricardo e Roger Rocha Moreira, a modelo/atriz/apresentadora Adriane Galisteu e membros do programa Pânico (da Band).

De forma mais tímida, também estavam presentes representantes oficiais da Apple Brasil, que estavam à disposição dos usuários e jornalistas.

Lançamento dos iPhones 5s e 5c em loja da VivoLançamento dos iPhones 5s e 5c em loja da Vivo

Em seu comunicado para a imprensa, a Vivo anunciou que os iPhones 5s e 5c no plano Smartphone Ilimitado 400 4G saíam por R$1.750 e R$950, respectivamente — lembrando que o valor mensal do plano em questão é de R$350. O programa Vivo Renova, do qual também falamos na tarde de ontem, era anunciado nas mesas de demonstração. Evidentemente, os descontos para usuários de planos mais modestos eram bem menos expressivos, enquanto os valores no pré-pago que divulgamos ontem (de até R$4.500 para o iPhone 5s de 64GB) sequer eram mencionados.

·   ·   ·

Independentemente de preços praticados, o iPhone chegou ao Brasil em sua segunda geração (iPhone 3G). Mas mesmo seis anos depois, parece que ainda não aprendemos a fazer um evento de lançamento por aqui…

Posts relacionados

Comentários